xPT. A ferramenta da Randstad para conhecer o mercado de trabalho nacional

O xPT reúne dados sobre o mercado de trabalho, o perfil dos empregados e de quem procura emprego. A ferramenta quer facilitar a vida dos recrutadores e pode ser consultada a partir desta quarta-feira.

A empresa de recrutamento Randstad lançou o xPT, uma solução que agrega um conjunto de dados sobre o mercado português, tendo por base informações internas, do INE, Pordata e IEFP. Nesta plataforma é possível encontrar e comparar ofertas de trabalho, taxas de desemprego e salários, identificá-los e compará-los a nível nacional. O objetivo desta ferramenta é agregar informação para os clientes, ser uma nova ferramenta de informação para a comunicação social e, ainda, fazer previsões até três meses sobre os principais indicadores. A ferramenta pode ser consultada a partir desta quarta-feira.

No xPT, a pesquisa faz-se através de critérios que geram gráficos, que permitem a análise e cruzamento de dados sobre o mercado de trabalho, chegando a níveis de detalhe como o concelho, as habilitações literárias e até os salários médios por função e competência de cada candidato.

“O que fizemos foi combinar múltiplas fontes, Pordata, INE e IEFP, num só relatório, e ao mesmo tempo começámos a fazer previsões para o futuro sobre o que acreditamos que vai acontecer”, começou por explicar Bernardo Bello, da equipa de inovação da Randstad.

Uma estratégia melhorada: saber o que procuram os candidatos…

O xPT ajuda a identificar o número de desempregados, qual a sua função, em que distrito vivem e o que procuram num novo emprego. “Conseguimos dizer, não só quais são as funções que têm mais desempregados, seja em valor percentual seja em número absoluto, mas fazer uma previsão de quantos é que em janeiro vão estar“, exemplifica Bernardo Bello. “Se hoje temos 52.770 [desempregados], estamos a fazer a previsão de que haverá 50.000, menos 1.900 desempregados”, explica.

A plataforma permite ainda saber o que procuram os candidatos e o que mais valorizam num novo emprego. Numa só tabela, o cliente pode consultar, por geração (babyboomers, geração Y e geração Z), qual a preferência em critérios como o salário, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, segurança, localização, ambiente de trabalho, diversidade, entre outros.

Não há segredo mais bem guardado neste país do que os salários. É o que menos se comunica em ofertas de emprego e em entrevistas

Inês Veloso

diretora de marketing da Randstad

“Vamos identificar quais são as motivações que levam a pessoa a aceitar o emprego, e depois avaliamos de que forma é que as pessoas percecionam os 150 maiores empregadores em Portugal”, explica Inês Veloso, diretora de marketing da Randstad.

“Sabemos que existem pessoas de perfil industrial, disponíveis, com a idade entre os 25 35 anos em Aveiro, mas aquilo que os move numa decisão de emprego é muito mais a estabilidade profissional do que, por exemplo, a progressão de carreira”, exemplifica. “Então, a estratégia para a captação tem de passar por anúncios onde estejam focados naquilo que é a proposta de valor da empresa sobre a estabilidade e não tanto em outros critérios”.

Através da análise de dados atuais e preditivos, os anúncios de emprego podem ser mais completos, mais direcionados para os candidatos certos, economizando tempo em todo o processo de recrutamento. No fundo, a ferramenta facilita a tomada de decisão, tanto ao empregador como ao candidato. Esta pode ser a altura ideal para os empregadores “começarem a valorizar as pessoas de uma forma diferente“, considera Inês Veloso.

…e quanto ganham

Não há segredo mais bem guardado neste país do que os salários. É o que menos se comunica em ofertas de emprego e em entrevistas”, sublinha Inês Veloso. Com o xPT é possível consultar a média de salário por função, localização, salário por áreas de atividade e competências e ainda, conseguindo ainda informação detalhada sobre valores como valores pagos a horas extra ou horas noturnas.

Encontrar o match ideal

Há 44 mil ofertas de emprego ativas em Portugal enquanto lê esta frase. Segundo dados da Randstad, só em 2019 foram publicadas mais de um milhão e meio de ofertas de emprego. Mas como saber se as ofertas surgem em duplicado? O algoritmo da ferramenta xPT reconhece as ofertas de emprego em duplicado, e elimina-as, criando uma base de dados mais fiável.

“Estamos muito confiantes com os dados que temos. Quando falamos em ofertas ativas, não são ofertas ativas só da Randstad. O algoritmo está ele próprio desenvolvido para que a oferta de emprego, ou mesmo emprego que é repetido em vários locais, ser considerado apenas um. Estamos aqui com uma relação inteligente”, explica a responsável pelo marketing da empresa de recrutamento.

Ferramenta xPT (exemplo)

 

O xPT permite identificar as ofertas de emprego disponíveis, por atividade e por área, constituindo uma boa referência para empresas, nacionais ou internacionais, que se querem instalar no mercado nacional. “Uma indústria que queira instalar-se em Aveiro tem de saber, à partida, que há pleno emprego na área industrial em Aveiro. Portanto qualquer variação no custo de contratação de pessoas, significa que o valor de investimento em recursos humanos vai ser maior do que previram”, esclarece Inês Veloso.

Uma indústria que queira instalar-se em Aveiro tem de saber, à partida, que há pleno emprego na área industrial em Aveiro. Portanto, qualquer variação no custo de contratação de pessoas significa que o valor de investimento em recursos humanos vai ser maior do que previram.

Inês Veloso

diretora de marketing da Randstad

Saber quem são os novos talentos

O ensino superior e secundário permite-nos saber quem são as pessoas que vão entrar. Podem estar agora na faculdade, mas um dia estas pessoas que se estão a licenciar serão pessoas que estarão disponíveis no mercado a três e cinco anos”, explica o responsável pela inovação da Ranstad.

O xPT permite identificar as escolas com melhores médias e assim quem serão os futuros jovens qualificados a procurar emprego. A pesquisa pode ser feita por estabelecimento, áreas de estudo, número de desistências e médias de conclusão de ensino. Assim, a Randstad consegue indicar ao cliente quem está disponível para recrutamento, principalmente nas áreas onde há maior escassez, como a área tecnológica ou industrial.

Há três modalidades disponíveis – xPT, yData e eXcellence – que variam consoante a quantidade de informação e de análise pretendida pelo cliente. Para janeiro de 2020, a Randstad tem previsto o lançamento de um comparador de salários, mais uma ferramenta para ajudar os empregadores a encontrar o candidato ideal e a construir ofertas de emprego mais direcionadas para o objetivo. “Não são só as pessoas desempregadas que procuram emprego. O próximo passo é perceber quem está ativamente à procura, mas não diz“, remata Bernardo Bello.

Comentários ({{ total }})

xPT. A ferramenta da Randstad para conhecer o mercado de trabalho nacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião