Governo assina para a semana contrato para comprar 18 novas composições para Metro do Porto

  • Bárbara Silva
  • 14 Janeiro 2020

As 18 novas composições do Metro do Porto serão fornecidas pelos chineses da CRRC Tangsthan e entregues em 2021.

O ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, anunciou esta terça-feira no Parlamento que será assinado para a semana o contrato para a aquisição de 18 novas composições para o Metro do Porto, no valor de cerca de 50 milhões de euros.

O valor insere-se no na “despesa total consolidada para o perímetro do Ambiente e da Ação Climática” que este ano atingirá os 2.761 milhões de euros, um crescimento de 12,8% (314 milhões de euros) face à estimativa de execução prevista para o ano de 2019, disse o ministro na audição perante as comissões parlamentares de Orçamento e Finanças, Agricultura e Mar, Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação e Ambiente, Energia e Ordenamento do Território.

Ainda hoje tivemos a boa notícia que não houve contestação judicial da decisão da adjudicação das 18 composições do Metro do Porto e o contrato para a sua aquisição será celebrado na próxima semana”, avançou Matos Fernandes.

As 18 novas composições do Metro do Porto serão fornecidos pelos chineses da CRRC Tangsthan e entregues em 2021. Com o investimento de 50 milhões de euros, a frota sobre assim para 120 unidades. As novas composições terão, cada uma, 252 lugares, sendo que apenas 64 serão sentados.

Comentários ({{ total }})

Governo assina para a semana contrato para comprar 18 novas composições para Metro do Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião