Jerónimo Martins dispara mais de 5% com aumento de vendas. Toca máximos de dois anos

Lisboa destaca-se pela positiva num dia de variações modestas nas praças europeias. Sobe pela quinta sessão consecutiva com a forte valorização da Jerónimo Martins.

Lisboa soma e segue. Está a valorizar pela quinta sessão consecutiva, num dia de variações ligeiras nas restantes praças europeias, impulsionada pela forte subida dos títulos da Jerónimo Martins, para máximos de dois anos, após terem sido revelados os dados preliminares de vendas referentes a 2019.

O PSI-20 ganha 0,67% para 5.329,23 pontos, com 11 das 18 cotadas em alta, quatro em queda e três inalteradas. Na Europa, o Stoxx 600, índice que agrega as maiores empresas do Velho Continente, segue praticamente inalterado num dia em que os investidores aguardam a assinatura da “Fase 1” do acordo comercial entre EUA e China.

A Jerónimo Martins é a estrela da sessão. As ações da dona do Pingo Doce ganham 5,23% para os 16,10 euros, um máximo de fevereiro de 2018, isto depois de a empresa liderada por Pedro Soares dos Santos ter revelado que as vendas ascenderam a 18,6 mil milhões de euros no ano passado.

As vendas aceleraram 7,5% no ano passado, superando os 18,6 mil milhões de euros, à boleia do crescimento do negócio na Polónia. A retalhista polaca Biedronka viu a faturação aumentar quase 8% para 12,6 mil milhões, revelou a empresa.

Jerónimo Martins dispara em bolsa

A Sonae também ajuda aos ganhos, somando 0,06%, assim como a EDP e EDP Renováveis que avançam 0,23% e 0,38%, respetivamente, ambas a renovarem máximos.

A Galp Energia, por seu lado, lidera as quedas, cedendo mais de 1% para 15,245 euros. Juntamente com o BCP, que cai 0,7% para 19,97 cêntimos, impedem uma subida mais expressiva da bolsa nacional.

(Notícia atualizada às 8h18 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Jerónimo Martins dispara mais de 5% com aumento de vendas. Toca máximos de dois anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião