Em 15 horas, 29 tweets. Isabel dos Santos reage ao Luanda Leaks

Uma investigação jornalística deu conta que Isabel dos Santos terá desviado mais de 100 milhões de dólares da Sonangol para o Dubai. A empresária reagiu, em muitos tweets, com ataques aos jornalistas.

Em 15 horas, quase três dezenas de tweets. A investigação divulgada pela SIC/Expresso, que dá conta de que Isabel dos Santos terá desviado mais de 100 milhões de dólares da Sonangol para o Dubai, levou a empresária angolana a deixar múltiplas mensagens no Twitter, acusando os órgãos de comunicação em causa de “racismo”, “preconceito” e de estarem a levar a cabo um “ataque político” coordenado com o Governo de Angola e com base em documentos falsos.

Segundo adiantou o Expresso e a SIC, Isabel dos Santos terá feito com a petrolífera angolana Sonangol transferisse, pelo menos, 115 milhões de dólares em fundos públicos para o Dubai, o que foi justificado como pagamento de serviços de consultoria. Isabel dos Santos saiu em sua defesa, sublinhando que “não fez desaparecer” o montante em causa. “Isso é mentira”, garante e refere que o valor diz respeito a um “contrato de consultoria do projeto de reestruturação da Sonangol”.

“130 consultores trabalharam na Sonangol diariamente, no projeto de reestruturação. Agora, a consultoria era ‘fantasia‘”, acrescenta a empresária, num outro tweet. Isabel dos Santos assegura ainda que a Sonangol nunca “se queixou” sobre esta matéria e questiona as motivações por detrás do trabalho do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, do qual fazem parte a SIC e o Expresso.

De acordo com a investigação jornalística agora conhecida, as transferências terão tido como destino uma conta bancária de uma companhia offshore controlada pelo principal advogado de Isabel dos Santos, o português Jorge Brito Pereira, sócio da Uría Menéndez.

Do dinheiro transferido ao longo da segunda metade de 2017, cerca de 57,8 milhões de euros terão sido pagos em três transferências já depois de a empresária angolana ter deixado a presidência da Sonangol. Essa quantia terá sido transferida a partir de uma conta da Sonangol em Lisboa no Eurobic, banco de que a empresária é a maior acionista.

No entanto, segundo Isabel dos Santos, todos estes dados são falsos. “A investigação é baseada em muitos documentos falsos e em informação falsa. É um ataque político coordenado com o Governo angolano“, escreveu a empresária.

Horas antes, Isabel dos Santos já tinha “lamentado” o “racismo e o preconceito” da SIC e do Expresso, salientando que a investigação em causa faz lembrar “a era das colónias em que nenhum africano [podia] valer o mesmo que um europeu”.

Depois de vários ataques aos órgãos de comunicação em causa e de considerar estar em curso um “ataque político comandado e orquestrado”, Isabel dos Santos rematou a série de tweets com um vídeo da construção do supermercado Candando, acompanhado da mensagem: “É isto que faço. Construo empresas, invisto e crio empregos. É daqui que vem a minha riqueza: dos negócios”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Em 15 horas, 29 tweets. Isabel dos Santos reage ao Luanda Leaks

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião