Segurança Social tem mais 60 milhões para políticas ativas de emprego

No OE2020, a Segurança Social prevê uma transferência de 752 milhões este ano para políticas ativas de emprego. Orçamento da Segurança Social é apresentado quarta-feira na AR por Ana Mendes Godinho.

O Orçamento da Segurança Social vai gastar mais 60 milhões de euros este ano do que em 2019 com políticas ativas de emprego, revela o ministério de Ana Mendes Godinho. O valor total despendido pelo ministério corresponde, ainda assim, a apenas 1,5% do conjunto do Orçamento da Segurança Social.

Segundo as contas do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, o Governo vai transferir este ano um total de 752 milhões de euros para políticas ativas de emprego, um aumento de 60 milhões face ao ano passado. Só para financiar os 50 novos centros onde funcionam as formações, o Estado conta com 69,9 milhões de euros, mais 17,9% do que no ano anterior.

Os números fazem parte de um documento que Ana Mendes Godinho leva esta quarta-feira ao Parlamento, onde estará a partir das 16 horas para apresentar o Orçamento da Segurança Social no âmbito do debate na especialidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020).

O Programa Qualifica é destinado a reforçar a qualificação de adultos e “tem por objetivo melhorar os níveis de educação e formação”, para aumentar a capacidade de empregabilidade. Criado em 2016, este programa substituiu o Novas Oportunidades e arrancou no início de 2017.

Nos primeiros dois anos, os resultados ficaram acima do previsto pelo Executivo. Mais de 315 mil pessoas inscreveram-se no Programa Qualifica. Até 2020, o Governo espera alcançar as 600 mil inscrições neste programa.

As qualificações da população ativa têm sido uma das preocupações de empregadores e do Governo. O Executivo tem incluído o aumento das qualificações como um dos pilares das suas políticas.

Apesar da evolução positiva no mercado de trabalho, existem setores de atividade onde os empregadores se queixam de falta de mão-de-obra especializada.

No Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), o Governo incluiu uma previsão de taxa de desemprego de 6,1% para este ano, depois de o desemprego ter atingido 6,4% da população ativa em 2019. O emprego volta a crescer este ano (0,6%), mas menos do que em 2019, quando subiu 1%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Segurança Social tem mais 60 milhões para políticas ativas de emprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião