EIT Food quer acelerar 60 startups do setor agroalimentar

Consórcio europeu anda à procura das startups mais inovadoras do setor agrícola e alimentar. Prazo de inscrições para programa de aceleração termina a 10 de março.

O consórcio europeu EIT Food anda à procura das 60 startups mais inovadoras do setor agroalimentar para acelerar o seu crescimento. O programa de aceleração inclui quatro meses de um plano de estudos completo numa das seis sedes europeias da aceleradora, em Bilbau, e a entrada numa rede com empresas do setor que vai proporcionar a estas empresas conhecerem outros players do setor onde se movimentam.

“A EIT FAN está à procura de novas empresas ao longo de toda a cadeia de valor alimentar que proponham soluções para os problemas atuais do setor agroalimentar: desde a agricultura inteligente até ao consumo e saúde, desde soluções de embalamento sustentáveis até inovações que abordem o desperdício dos alimentos, aumentando a segurança alimentar ou ajudando a criar um sistema de distribuição mais eficiente para a indústria alimentar”, detalha a organização em comunicado.

No final do programa, serão selecionadas três vencedoras que receberão um prémio de até 100 mil euros.

O programa de aceleração arranca em julho e, além da cidade basca, os empreendedores poderão ser colocados noutras cidades como Munique (Alemanha), Haifa (Israel), Lausana (Suíça), Cambridge (Reino Unido) e e Helsínquia (Finlândia). O prazo das inscrições termina a 10 de março.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

EIT Food quer acelerar 60 startups do setor agroalimentar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião