Capital Verde. ECO lança nova plataforma especializada em Finanças Sustentáveis e green economy

  • ECO
  • 24 Janeiro 2020

Novo espaço editorial compromete-se a promover a informação e conhecimento sobre as Finanças Sustentáveis e green economy e a dar visibilidade às boas práticas desenvolvidas pelos agentes económicos.

Num início de década marcado pelo novo ‘Green Deal’ europeu e pela eleição de Lisboa como Capital Verde Europeia em 2020, o ECO lança esta segunda-feira, 27 de janeiro, o Capital Verde, um novo espaço editorial especializado, 100% dedicado à Economia verde e Finanças sustentáveis.

“A transição para uma Economia Verde implica a existência de investimento verde, de Capital Verde. Quer público quer privado. É assim essencial alinhar a política pública, o investimento das empresas e o sistema financeiro com as necessidades de investimento associadas à neutralidade carbónica, economia circular, eficiência energética e serviços dos ecossistemas. A Economia sustentável, suportada no acrónimo ESG, ou seja, Environmental, social and governance, é Verde: inovação, conhecimento, financiamento. É neste contexto que surge o Capital Verde”, explica António Costa, publisher do ECO, na carta de princípios da nova marca.

A iniciativa do ECO surge uma semana depois da conceituada agência de notícias norte-americana Bloomberg (que se auto-descreve como a “crónica do capitalismo”), ter lançado também ela uma nova plataforma dedicada aos temas da Economia verde – Bloomberg Green – para corrigir uma “anomalia” identificada: o facto de nenhuma marca de media se ter ainda tornado na voz da revolução climática e económica em curso.

No universo do jornal económico online ECO, o Capital Verde será também ele um projeto digital com notícias, análise e opinião, especializado nos temas relacionados com as várias transições em curso – Climática, Energética e Circular – que estão a ocorrer em Portugal e no mundo na sociedade, na economia e no setor financeiro.

“Para o ECO, o jornalismo deve ser parte dessa mudança assumindo o seu papel: mostrar a realidade, dar espaço à análise e à opinião dos especialistas e dos agentes dessa mudança”, sublinha António Costa, publisher do ECO.

Na sua carta de princípios, o Capital Verde compromete-se a promover, com rigor, a informação e o conhecimento sobre a economia do futuro; dar visibilidade às boas práticas desenvolvidas por todos os agentes económicos; promover a informação e o conhecimento sobre Green Economy; promover a informação e o conhecimento sobre Sustainable Finance; aprofundar a análise e promover a reflexão sobre os temas da descarbonização, economia circular e eficiência energética, nas suas várias dimensões; e comunicar de forma clara, objetiva e com base científica.

O projeto vai incluir desde já um site (capitalverde.pt), uma newsletter semanal e ainda uma programação de eventos/fóruns que terão lugar ao longo do ano.

No portefólio do ECO, o Capital Verde vem juntar-se em 2020 às marcas Advocatus e Pessoas, e também ao mais recente projeto ECO Seguros, reforçando o alargamento de títulos e marcas especializadas, iniciado em 2017.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Capital Verde. ECO lança nova plataforma especializada em Finanças Sustentáveis e green economy

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião