EuroBic financiou marido de Isabel dos Santos na De Grisogono

  • ECO
  • 29 Janeiro 2020

Empréstimo a cinco anos foi concedido pelo banco detido pela angolana em 2013 e, após ter sido refinanciado, está atualmente em incumprimento.

O banco do qual Isabel dos Santos é a principal acionista, o EuroBic, financiou o marido da empresária em nove milhões de euros, em 2013, segundo noticia esta quarta-feira o Correio da Manhã (acesso pago). O empréstimo foi concedido à Euro Atlantic Asset Management, detida por Sindika Dokolo, e teria como objetivo expandir, em França, a atividade de distribuição de joias de luxo da De Grisogono.

Este empréstimo terá sido aprovado a 9 de julho de 2013 pela administração do então Banco BIC (que em 2017 mudou de nome para EuroBic). “O Conselho deliberou aprovar, com parecer prévio favorável do Conselho Fiscal e de acordo com as condições aprovadas em Conselho de Crédito, um financiamento à sociedade de direito suíço denominada Euro Atlantic Asset Management“, pode ler-se na ata da reunião a que o Correio da Manhã teve acesso.

O parecer do Conselho Fiscal indica que o contrato mútuo para a concessão de nove milhões de euros, a cinco anos, implicava juros Euribor a seis meses acrescidos de um spread de 6%. Como garantia de pagamento, foi dada uma livrança caução subscrita pela empresa e avalizada por Sindika Dokolo. O jornal acrescenta que este empréstimo terá sido refinanciado e está em incumprimento.

A empresa suíça de diamantes é um dos negócios que está envolvido no caso Luanda Leaks, que divulgou a alegada corrupção de Isabel dos Santos. O Luanda Leaks revelou várias transferência suspeitas de fundos de uma conta da petrolífera angolana no EuroBic para uma empresa no Dubai dirigida e controlada por pessoas com ligações a Isabel dos Santos.

Devido à investigação, a empresária angolana anunciou que pretende sair do capital do EuroBic, onde detém 42,5% do capital. A venda já está em curso e, segundo o banco liderado por Teixeira dos Santos, deverá ser concretizada “a muito breve prazo”.

Na semana passada, o banco já tinha anunciado um corte de relações comerciais com Isabel dos Santos. Além disso, adiantou que vai fazer uma auditoria às operações relacionadas com a Sonangol.

A reação por parte do banco liderado por Teixeira dos Santos surgiu depois da crescente pressão provocada pelas notícias relacionadas com este caso. A Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana anunciou que a empresária Isabel dos Santos foi constituída arguida por alegada má gestão e desvio de fundos durante a passagem pela petrolífera estatal Sonangol.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

EuroBic financiou marido de Isabel dos Santos na De Grisogono

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião