CGD envia carta de 32 páginas a clientes das contas low cost

  • ECO
  • 14 Fevereiro 2020

Os clientes com Serviços Mínimos Bancários do banco público estão a receber uma carta a explicar, entre outros, o valor das comissões. Contudo, não diz que passou a cobrar em janeiro.

Os clientes com serviços mínimos bancários da Caixa Geral de Depósitos (CGD), estão a receber uma carta com 32 páginas a informá-los sobre as “condições gerais de abertura de conta”. De acordo com o Correio da Manhã (acesso pago), este documento está a preocupar, sobretudo, os clientes mais idosos que não percebem o porquê da carta.

O documento com 92 cláusulas apresenta, entre outros, informações sobre meios de movimentação, bem como formas de reclamação. E explica também que as comissões nestas contas não podem representar anualmente “um valor superior a 1% do indexante dos apoios sociais”, mas não refere que, no início do ano, a CGD passou a cobrar pela conta de serviços mínimos bancários — isenta quem receba menos de 635 euros mensais.

Ao CM, fonte do banco público explica que o envio deste documento “decorre de uma obrigação regulatória imposta à Caixa”, acrescentando que não há alterações nem à conta nem aos serviços associados.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CGD envia carta de 32 páginas a clientes das contas low cost

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião