Imobiliária Bondstone quer investir 400 milhões em Portugal

  • ECO
  • 5 Março 2020

A empresa tem 400 milhões para investir nos próximos dois anos em casas para a classe média, escritórios, hotelaria, residências estudantis e seniores no país.

A empresa de investimento e gestão de ativos imobiliários Bondstone quer investir 400 milhões de euros nos próximos dois anos em território nacional. De acordo com o Dinheiro Vivo, na mira estão projetos de habitação para a classe média, escritórios, hotelaria e residências estudantis e seniores. E já há fundos britânicos e norte-americanos interessados em cooperar.

Não é uma estreia no mercado nacional porque é detentora da Louvre Properties que tem nove projetos a correr — todos de reabilitação e destinados à classe alta. Uma vez concluídos, será altura de novos voos. Identificadas estão já quatro oportunidades na zona de Lisboa, onde poderão ser desenvolvidas as residências destinadas à classe média e escritórios, mas a empresa também está de olho no Porto, disse Paulo Loureiro, CEO da empresa e fundador da Louvre Properties, ao Dinheiro Vivo.

Apesar de terem 400 milhões pensados, em carteira estão já 100 milhões, prontos a serem investidos nos negócios certos. E até já há fundos institucionais britânicos e norte-americanos interessados em entrar neste foco de atividade. Mas a Bondstone está também interessada em entrar no mercado de arrendamento, embora esse seja um tema que ainda precise de ser estudado.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Imobiliária Bondstone quer investir 400 milhões em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião