Airbnb muda políticas de reserva devido ao coronavírus. Deixa de cobrar taxas de cancelamento

A plataforma de reserva de alojamento Airbnb tornou mais flexíveis as políticas para facilitar os cancelamentos, numa altura em que as viagens são afetadas pelo surto do novo coronavírus.

Com o surto do novo coronavírus a ter um grande impacto no turismo e nas viagens, o Airbnb decidiu tornar mais flexíveis as políticas de reserva. A plataforma de reserva de alojamento introduziu alterações às taxas de cancelamento, tanto para os anfitriões como para as pessoas que alugam as casas, que estarão em vigor até 1 de junho.

Para os hóspedes que quiserem cancelar uma reserva na plataforma, a taxa de cancelamento será reembolsada, adianta o The Verge (acesso livre, conteúdo em inglês). Os clientes irão receber um cupão com o valor que teriam de pagar para usar no futuro no Airbnb.

A plataforma alargou também os critérios para os hóspedes serem elegíveis para o cancelamento por “circunstâncias atenuantes”, que prevê um reembolso total. Cobre agora certos locais que foram severamente impactados pelo novo coronavírus, através de critérios estabelecidos por Governos e autoridades de saúde.

Já para os anfitriões que decidirem reembolsar os clientes num valor superior àquele definido pela Airbnb, a plataforma não irá retirar a taxa de 3% como costuma fazer. Cada anfitrião pode continuar a definir as suas políticas de cancelamento, sendo que o Airbnb vai aumentar a visibilidade daqueles que utilizam as ferramentas mais flexíveis.

“Embora seja claro que o coronavírus terá um impacto na indústria de viagens e turismo, acreditamos que o setor recupere a longo prazo“, sinaliza o Airbnb, na página onde apresenta as novas políticas. “É uma das maiores e mais resistentes industrias do mundo”, acrescenta a plataforma.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Airbnb muda políticas de reserva devido ao coronavírus. Deixa de cobrar taxas de cancelamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião