Direção-Geral de Estabelecimentos de Ensino encerra? Agora diz que não

A Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares anunciou a suspensão do atendimento presencial a partir desta sexta-feira, mas depois assumiu o erro e garante que nada está decidido.

A Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) anunciou no site oficial que o atendimento presencial vai ser suspenso, a partir desta sexta-feira. A medida, adotada como forma de prevenção ao Covid-19, surge quando ainda não se sabe se as escolas vão ou não fechar pelo mesmo motivo. Mas depois da publicação desta nota, a direção geral comunicou oficialmente que, afinal, nada estava decidido.

“Em face das últimas notícias relativamente à propagação do Covid-19 em Portugal, entende a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares que o serviço de atendimento presencial deverá ser temporariamente suspenso“, nota a DGEstE no site. A suspensão do atendimento, que se iniciaria esta sexta-feira, é por tempo indeterminado. A DGEstE disponibilizou vários contactos para que os cidadãos possam comunicar com os serviços.

Posteriormente, a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) veio “dar o dito por não dito” relativamente ao encerramento dos seus serviços. Depois de ter anunciado no seu site oficial que o atendimento presencial iria estar suspenso, “a partir desta sexta-feira, dia 12 de março”, numa troca de de datas, já que sexta-feira é dia 13, fonte oficial da DGEstE avançou ao ECO que se tratou de um lapso.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, na quarta-feira, a doença Covid-19 como pandemia. A OMS justifica a declaração de pandemia com “níveis alarmantes de propagação e inação”. O número de infetados ultrapassou as 124 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 pessoas infetadas.

Atualização: Uma fonte oficial da DGEstE esclareceu que publicação da informação no seu site foi um lapso. Afinal a direção não vai encerrar)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Direção-Geral de Estabelecimentos de Ensino encerra? Agora diz que não

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião