Combustíveis com descida histórica. Gasolina vai cair 11 cêntimos, gasóleo desce 8 cêntimos

Após o crash das cotações no mercado petrolífero, os preços dos combustíveis vão registar uma descida histórica na próxima semana. A gasolina cairá 11 cêntimos e gasóleo descerá oito cêntimos.

Após o crash das cotações no mercado petrolífero durante a semana, na sequência da disputa entre Arábia Saudita e a Rússia, os preços dos combustíveis em Portugal vão registar uma descida histórica na próxima semana. O litro da gasolina cairá, pelo menos, 11 cêntimos e o gasóleo descerá oito cêntimos, apurou o ECO junto de fonte do setor.

Embora as cotações do barril de petróleo estejam a valorizar esta sexta-feira mais de 5%, as subidas não são suficientes para apagar as perdas semanais. O “ouro negro” desvaloriza 20% desde segunda-feira e vai a caminho da pior semana desde 2008, isto após os sauditas terem anunciado que vão inundar o mercado com a matéria-prima porque a Rússia não concordou com a OPEP em limitar a produção para repor uma situação de equilíbrio nos preços.

Neste cenário, os postos de abastecimento no continente vão rever em baixa os preços tanto da gasolina como do gasóleo.

No caso da gasolina, uma descida de 11 cêntimos (histórica) levará o litro para os 1,356 euros, isto tendo em conta os dados oficiais da Direção-Geral de Energia. Será o valor mais baixo desde agosto de 2016.

Já o diesel, o combustível mais usado em Portugal, registando uma descida de oito cêntimos, deverá passar a custar 1,248 euros por litro, o preço mais baixo desde outubro de 2017, de acordo com as estatísticas oficiais.

Os preços ao consumidor final podem diferir de posto de abastecimento para posto de abastecimento.

(Notícia atualizada às 12h23)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Combustíveis com descida histórica. Gasolina vai cair 11 cêntimos, gasóleo desce 8 cêntimos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião