Primeiro caso confirmado de Covid-19 na Madeira. Governo regional suspende atividades turísticas

O primeiro caso do novo coronavírus na Madeira é uma turista holandesa, que estava hospedada num hotel no Funchal e que aguarda o resultado da contra análise.

Foi registado o primeiro caso de Covid-19 na Madeira. Trata-se de uma turista holandesa que estava hospedada num hotel no Funchal e que aguarda o resultado da contra análise. O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, determinou o fim das atividades de recriação turística na região, como excursões, visitas guiadas e rent-a-car.

Miguel Albuquerque anunciou também o reforço da restrição de entrada de cidadãos em centros comerciais, mercados e outros espaços públicos, em declarações transmitidas pelas televisões. Para além disso, referiu que seria comunicada às embaixadas a necessidade de procederem ao repatriamento dos concidadãos turistas que permanecem na região.

O presidente do Governo Regional da Madeira recomendou aos cidadãos que permaneçam nas residências e que saiam apenas para a aquisição de alimentos, compra de medicamentos, apoio a idosos e deslocações de e para o trabalho. Apelou também aos cidadãos de quarentena, sobretudo os que vieram do continente, o cumprimento da mesma.

Quanto ao caso de Covid-19, foram tomadas medidas de isolamento e prevenção na unidade hoteleira onde esteve presente a turista, e todos com quem contactou estão a ser acompanhados. Miguel Albuquerque deixou ainda a garantia de que “o Governo irá continuar a tomar todas medidas necessárias”.

(Notícia atualizada às 11h35)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Primeiro caso confirmado de Covid-19 na Madeira. Governo regional suspende atividades turísticas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião