Hoje nas notícias: TVI, Isabel dos Santos e Sonae

  • ECO
  • 20 Março 2020

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

O diretor da TVI também vai enfrentar o julgamento no caso Banif e Isabel dos Santos está “a travar” o fecho de contas do Montepio. O dia fica ainda marcado pelos testes de stress das marcas do grupo Sonae, pela disponibilidade de Frederico Varandas para ajudar na luta contra o coronavírus e pela corrida aos supermercados online.

TVI e diretor vão enfrentar julgamento no caso Banif

Por considerar que a notícia de fecho do Banif divulgada pela TVI era “falsa” e acabou por provocar uma corrida ao levantamento dos depósitos, o Juízo de Instrução Criminal do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa decidiu levar a julgamento o diretor dessa estação de televisão, Sérgio Figueiredo, pelo crime de ofensa à reputação económica. A própria TVI também vai a julgamento, por se entender que a divulgação da notícia em causa terá contribuído para precipitar o encerramento do banco. Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago).

 

Fecho de conta no Montepio “preso” por Isabel dos Santos

Isabel dos Santos obteve um financiamento de quase 80 milhões de euros no grupo Montepio, e agora uma parte dos empréstimos estão em situação de incumprimento ou em reestruturação. A situação está a condicionar o fecho das contas da instituição de 2019, devido a divergências nos critérios de reporte no balanço da exposição à empresária angolana. A auditora PwC pede ao Montepio que crie uma provisão adicional para acomodar a dívida de Isabel dos Santos ao grupo em Portugal, mas também em Angola. Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Sonae faz testes de stress às marcas

A Sonae já começou a fazer testes de stress à marcas do grupo para testar a resiliência do negócio aos diferentes cenários possíveis que poderão resultar da atual pandemia de coronavírus. “Estamos a testar cenários de contingência para tentar perceber as suas consequências. Mas estamos confortáveis sobre os próximos meses, graças a várias iniciativas de preservação de capital que mantemos em prática”, sublinhou o CFO do grupo, João Dolores, na conferência de apresentação dos resultados a analistas e investidores. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (link indisponível).

Pandemia deixa supermercados online congestionados

Face à recomendação de isolamento social, os portugueses agora confinados em casa estão a fazer compras em massa nas plataformas digitais dos supermercados. No Continente Online, o surto de coronavírus fez a procura quadruplicar e já só é possível agendar entregas para meados de abril. No Auchan, entrar no próprio site é complicado, já que 70 mil pessoas, em média, têm tentado fazer compras ao mesmo tempo. Este pico da procura está, portanto, a causar constrangimentos nas entregas ao domicílio. De notar que, mesmo em estado de emergência, os supermercados (físicos) mantêm-se abertos. Leia a notícia completa no Dinheiro Vivo (acesso livre).

Varandas volta ao exército como médico durante surto

O Presidente do Sporting vai colaborar na luta contra a propagação de coronavírus em Portugal. “Já servi o país, hoje, vou voltar a fazê-lo enquanto o estado de emergência e voltarei sempre que Portugal precisar. Vamos. Vamos com tudo”, escreveu Frederico Varandas, no Instagram. O líder do leões acedeu, assim, ao apelo do Estado-Maior-General das Forças Armadas e mostrou-se disponível para ajudar na luta contra a pandemia em questão. De notar que Varandas é médico de profissão e capitão do Exército. Leia a notícia completa no Correio da Manhã (acesso pago).

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: TVI, Isabel dos Santos e Sonae

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião