Portugal tem 2.362 casos de Covid-19. Número de mortes sobe para 33

O número de casos confirmados de Covid-19 em Portugal subiu para 2.362, enquanto o número de mortes provocadas pelo coronavírus aumentou para 33 até à passada meia-noite.

As autoridades de saúde descobriram 302 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, elevando de 2.060 para 2.362 o número de casos confirmados de Covid-19 em Portugal. Os dados apurados até à meia-noite mostram ainda que morreram mais dez doentes por causa do vírus, num total de 30 desde o início da pandemia. 22 pessoas já recuperaram da doença.

A evolução no número de casos representa um crescimento diário de 15%, a percentagem mais baixa dos últimos dias. Somente 251 pessoas estão sujeitas a internamento, ou cerca de 10,6% do total: 203 estão em internamento hospitalar e 48 estão em unidades de cuidados intensivos, segundo a informação mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Boletim epidemiológico de 24 de março

Fonte: Direção-Geral da Saúde

A maioria dos casos localiza-se na região Norte (1.130), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (852), Algarve (46), Açores (12), Madeira (11) e Alentejo (6), havendo ainda 11 casos “exportados” para o estrangeiro. Há também um total de 142 casos “importados” de outros países, a maioria de Espanha (44), França (26) e Itália (20), segundo a DGS.

Desde esta terça-feira, o boletim epidemiológico da DGS passou a incluir novas informações sobre a pandemia no país. Desde logo, são agora revelados os números de casos confirmados por concelho, bem como a caracterização dos óbitos ocorridos relativa a 54% dos casos. A tabela com a informação demográfica mais recente é a seguinte:

Fonte: Direção-Geral da Saúde

Inicialmente, as autoridades apontaram para 30 óbitos. No entanto, a meio da tarde desta terça-feira, e já depois da publicação desta notícia, a DGS emitiu uma retificação, apontando para 33 óbitos até à meia-noite. “O óbito registado na Região Autónoma dos Açores, caso suspeito para Covid-19, veio infirmado, ou seja, a DGS teve conhecimento após fecho do boletim de que o resultado é negativo para Covid-19. Os três óbitos que reportamos aqui, em acréscimo ao que foi referido, explicam-se com a existência de resultados que foram conhecidos após a publicação do boletim”. A maioria das mortes correspondeu a pessoas com mais de 70 anos, ou seja, que faziam parte do grupo mais vulnerável a esta enfermidade.

As autoridades registaram um total de 15.474 casos suspeitos desde 1 de janeiro de 2020. O total de casos que não se confirmaram é de 11.329. Há ainda 1.783 pessoas a aguardar resultado laboratorial e 11.842 pessoas sujeitas à vigilância das autoridades, por terem estado em contacto com pessoas cujo teste ao Covid-19 deu positivo para o novo coronavírus.

Coronavírus Dados Informativos

Última atualização: 2020-04-09 03:48:01

Fonte: DGS

  • Confirmados

    13.141

  • Suspeitos

    104.886

  • Recuperados

    196

  • Óbitos

    380

Arrancam preparativos para a fase de mitigação

Numa conferência de imprensa, António Lacerda Sales lembrou que foi publicada esta segunda-feira uma norma que “altera o paradigma de abordagem do doente com suspeita de infeção por Covid-19”. “Trata-se da preparação do sistema de saúde para uma nova fase, a fase de mitigação da pandemia, que produzirá efeitos a partir das 00h de 26 de março”, avançou. Entre as medidas previstas está a criação de uma “área dedicada a Covid-19 em cada agrupamento dos centros de saúde”, informou.

No plano da aquisição de equipamento, Lacerda Sales indicou que está em curso a “aquisição de 500 ventiladores na China, que chegarão progressivamente até meados de abril”. Estão também “encomendados 280 mil testes e esta semana chegarão ainda 80 mil testes” para o novo coronavírus, acrescentou, uma informação que já tinha sido avançada na noite anterior pelo primeiro-ministro, em entrevista à TVI.

Questionado sobre o número real de testes que o país está a fazer, Lacerda Sales rejeitou haver qualquer contradição nos números do Governo. Portugal tem “um stock de 30 mil testes por dia”, que é “algo que o país tem de racionalizar” ao longo do dia, e que “em função dos critérios de racionalização, é importante que se perceba quais são aqueles que devem fazer estes testes”, afirmou. O responsável fez questão de sublinhar que a palavra é “racionalização” e não “racionamento”.

Já a capacidade diária de testagem é de 4.000 testes e Portugal está a fazer entre 2.000 e 2.300 testes diários, disse. “Quer dizer que temos uma capacidade de testagem por dia, efetivamente, dentro deste critério de racionalização, ainda assim, superior ao valor que estamos efetivamente a testar por dia”, detalhou. Em Portugal vai entrar em vigor uma nova norma que determina que passem a ser testados todos os que apresentarem “o mínimo sintoma” de Covid-19, seja febre ou tosse, e não ambos. O objetivo é massificar os “testes a todos os assintomáticos”, sendo que os clínicos passam a decidir livremente quem testar.

Consulte aqui o boletim na íntegra:

(Notícia atualizada às 16h32 com retificação remetida pela DGS aos dados oficiais)

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Portugal tem 2.362 casos de Covid-19. Número de mortes sobe para 33

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião