J&B oferece formação aos profissionais do setor hoteleiro

A marca icónica de whisky vai oferecer formação de bartending a profissionais do setor, online e gratuita. A J&B tem ainda um milhão de euros para os 2.500 clientes hoteleiros em Portugal e Espanha.

A Diageo, empresa de bebidas espirituosas e sociedade-mãe da J&B,anunciou esta terça-feira que vai oferecer formação para os empregados de mesa e a profissionais de hotelaria. A marca de whisky revelou ainda que vai contribuir com um milhão de euros para ajudar os clientes hoteleiros em Portugal e Espanha. O objetivo é ajudar o setor hoteleiro a superar a crise que está a instalar devido à pandemia do covid-19.

Os profissionais do setor hoteleiro e empregados de mesa e bar vão poder continuar a ter formação, gratuita e online, através do programa Diageo Bar Academy, que oferece formação na área das bebidas espirituosas. A aprendizagem é feita por módulos, com o objetivo de “aumentar o conhecimento do pessoal de bar, dar um impulso à sua carreira de bartending e oferecer formação em matérias de consumo responsável”, explica a Diageo em comunicado.

“Esta formação online posta à disposição de todos os donos de bares tem como propósito ajudar o maior número de profissionais do setor. Com as ajudas económicas e a oferta de formação, queremos reforçar o compromisso que temos com o setor da hotelaria e com os seus profissionais, especialmente neste momento que vivemos”, ressalva Leo Cataldo, diretor-geral da Diageo em Portugal.

“Na Diageo colaboramos com os líderes da indústria, por todo o mundo, para criar conteúdo e recursos online de grande qualidade. Cobrimos todos os aspetos da indústria, desde as competências de serviço ao conhecimento dos produtos, até às técnicas ao mais alto nível, bem como a operacionalização comercial”, acrescenta o responsável.

A marca de whisky J&B anunciou que tem um milhão de euros para distribuir pelos 2.500 clientes de hotelaria espanhóis e portugueses, em Portugal e Espanha, que serão beneficiados com ajudas que podem ascender a 400 euros.

“Queremos mostrar o nosso compromisso com a hotelaria e com todos os seus profissionais, que estão a ser um dos setores mais afetados por esta crise. Queremos que a nossa ajuda possa aliviar os custos com os ordenados neste momento. Os profissionais do setor são um ativo fundamental para Portugal e o primeiro rosto que as pessoas que visitam o país encontram, quando entram num estabelecimento”, sublinha o diretor-geral da Diageo.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

J&B oferece formação aos profissionais do setor hoteleiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião