G20 vai injetar 5 biliões de dólares na economia mundial

  • Lusa
  • 26 Março 2020

Dirigentes de países membros do G20 anunciam a intenção de injetar "mais de cinco biliões de dólares" na economia mundial face aos desafios do Covid-19.

Os dirigentes de países membros do G20 anunciaram esta quinta-feira a intenção de injetar “mais de cinco biliões de dólares” na economia mundial para “contrariar as consequências sociais, económicas e financeiras da pandemia” do Covid-19.

“Estamos firmemente decididos a apresentar uma frente unida contra essa ameaça comum”, referiram os representantes das grandes potências mundiais num comunicado divulgado após uma reunião extraordinária por videoconferência, presidida pelo rei Salman da Arábia Saudita.

A reunião ocorreu numa altura em que os países mais desenvolvidos adotam medidas para atenuar os efeitos da pandemia nas suas próprias economias, como aconteceu com a Alemanha e com os Estados Unidos, por exemplo.

As 20 maiores economias mundiais anunciaram também que vão trabalhar com as organizações internacionais “para aplicar um conjunto de medidas financeiras sólidas, coerentes, coordenadas e rápidas”.

Os membros do G20 apelaram a instituições como a Organização Mundial de Saúde e o Fundo Monetário Internacional (FMI) para “ajudarem os países emergentes e em desenvolvimento a enfrentarem os impactos sanitários, económicos e sociais da covid-19”.

Os países que integram o G20 são os Estados Unidos, Rússia, China, França, Alemanha, Reino Unido, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Coreia do Sul, África do Sul, Turquia, Arábia Saudita e União Europeia.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

G20 vai injetar 5 biliões de dólares na economia mundial

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião