Vaca que ri vai doar um dia de produção a hospitais, profissionais de saúde e populações desfavorecidas

As doações serão tanto financeiras como em produto. Portugal vai receber 20 mil euros para a aquisição de equipamento médico.

A marca francesa de queijo fundido A vaca que ri decidiu doar o equivalente à produção de um dia a hospitais, profissionais de saúde e populações desfavorecidas em vários países, para ajudar na luta contra a pandemia. Esta ação inclui também Portugal, que irá receber 20 mil euros, doados à Direção-Geral de Saúde, para aquisição de equipamentos.

A produção de um dia, que “corresponde a um milhão de euros, será canalizada para doações solidárias (financeiras ou em produto), que serão entregues aos hospitais e associações dos 20 países mobilizados, para atender às necessidades identificadas em cada um”, adianta o grupo, em comunicado.

No total, serão cerca de 20 milhões de porções de A Vaca que ri, o equivalente à produção normal diária deste produto. O dia escolhido foi 16 de abril, e estarão envolvidos nesta ação solidária 4.000 colaboradores e 12 unidades de produção do Grupo Bel, que detém a marca.

A lista de países envolvidos nesta iniciativa inclui, entre outros, Espanha, República Checa, Egito, Marrocos, Jordânia, Estados Unidos e Vietname. Em Portugal, a doação servirá para comprar dois monitores de sinais vitais e uma opção de capnografia Intellivue, no seguimento de uma “avaliação conjunta das necessidades mais prementes ao dia de hoje”, segundo indica o grupo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vaca que ri vai doar um dia de produção a hospitais, profissionais de saúde e populações desfavorecidas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião