Pingo Doce vende máscaras descartáveis. Caixa de 50 unidades custa 26,99 euros

O Pingo Doce começou a comercializar máscaras descartáveis. Os equipamentos de proteção são vendidos em caixas de 50 unidades, com um custo de 26,99 euros, isto ainda com o IVA a 23%.

Depois do Continente, também o Pingo Doce começou a vender máscaras, mas desta vez, descartáveis. Este equipamento de proteção é vendido em caixas de 50 unidades, sendo que cada unidade custa 44 cêntimos mais IVA a 23% que descerá, depois, para 6% assim que for publicada a redução da taxa em Diário da República.

As máscaras que a cadeia de supermercados colocou à venda esta quarta-feira, 29 de abril, são constituídas por três camadas de proteção, “tendo elásticos laterais facilmente ajustáveis”, assinala a Jerónimo Martins, que detém o Pingo Doce.

Estas máscaras descartáveis terão “preços acessíveis – 44 cêntimos + IVA”, estando disponíveis em “todas as suas 443 lojas espalhadas pelo País. Na ilha da Madeira, as máscaras estarão disponíveis a partir de sábado”, informa a empresa em comunicado.

As máscaras são vendidas em caixas de 50 unidades. Cada caixa é vendida a 26,99 euros (21,94 euros mais IVA a 23%), por agora. Este preço vai sofrer uma atualização, assim que a assim que for publicado em Diário da República, o diploma aprovado em Conselho de Ministros relativo à redução do IVA nas máscaras de proteção e gel desinfetante. Recorde-se que esta foi uma proposta feita pelo presidente do PSD, Rui Rio, durante um debate quinzenal de há duas semanas e que acabou por ser acolhida pelo Governo.

Também o Continente passou a vender este tipo de equipamentos de proteção. No inicio desta semana, a Sonae Fashion anunciou, que, através da sua marca de vestuário MO apostou num negócio em ascensão: as máscaras têxteis reutilizáveis. As máscaras reutilizáveis custam 10 euros e estão à venda na loja online MO, sendo que aquando do anúncio foi referido que o produto estaria disponível ainda esta semana nas lojas da Well’s e Continente.

De acordo com a Sonae estas máscaras apresentam uma elevada resistência à lavagem, mantendo um nível de eliminação microbiana de perto de 100%, mesmo depois de 50 lavagens domésticas a 30ºC, o que representa um custo de 20 cêntimos por utilização.

Face às recomendações da Direção Geral da Saúde para a utilização de máscaras em espaços fechados, o diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição disse, em entrevista à Rádio Renascença, que os supermercados vão começar a vender máscaras sociais em tecidos ou cirúrgicas nos supermercados. Gonçalo Lobo Xavier garantiu ainda que estas máscaras iriam ser vendidas a preços a preços próximo do valor de custo.

Contactados pelo ECO sobre se iriam também proceder à comercialização de máscaras, fonte oficial do LIdl admite estar a “ponderar a comercialização de máscaras respiratórias nas lojas”, não avançando, para já, uma decisão definitiva. Já a Mercadona diz estar a “acompanhar os desenvolvimentos do tema”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Pingo Doce vende máscaras descartáveis. Caixa de 50 unidades custa 26,99 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião