Bancos receberam 569 mil moratórias no crédito. Aprovaram 90% dos pedidos

Os bancos receberam quase 569 mil pedidos para a suspensão temporária do crédito, tendo aprovado cerca de 90% dos pedidos até final de abril. Maioria aproveitou a moratória criada pelo Governo.

Até final de abril, os bancos receberam quase 569 mil pedidos para a suspensão temporária das prestações do crédito, tendo aprovado cerca de 90% dos pedidos, segundo dados revelados esta quinta-feira pelo Banco de Portugal.

No total, foram já concedidas 514,75 mil moratórias ao abrigo do regime público e privado criado para ajudar famílias e empresas em apuros. Cerca de 10% dos pedidos, correspondente a 54 mil contratos, estava ainda em apreciação ou foi rejeitada por não cumprirem as condições definidas para acesso às moratórias.

Estas moratórias permitem adiar o pagamento das prestações de capital e/ou juros durante o período da crise provocada pela pandemia, evitando que os clientes faltosos sejam “marcados” como estando em incumprimento pelo banco. No caso do regime público, a suspensão é de seis meses, mas o prazo deverá ser prorrogado. O próprio Banco de Portugal foi uma das entidades a solicitar esse prolongamento para evitar o “precipício”. O Governo está recetivo.

Segundo o Banco de Portugal, que tem vindo a acompanhar a evolução das moratórias, cerca de dois terços das moratórias foram concedidos ao abrigo do regime público: mais de 345 mil contratos. Quase 170 mil contratos estão abrangidos por moratórias privadas, incluindo o regime criado pela Associação Portuguesa de Bancos (APB).

Assim, no que diz respeito à moratória pública, quase metade dos contratos (162.492) respeitam a crédito concedido a consumidores para aquisição de habitação própria permanente, enquanto os restantes envolvem crédito a empresas, a empresários em nome individual e a outros clientes.

Já o regime privado beneficiou 90 mil contratos de crédito a consumidores e 78 mil contratos de crédito hipotecário — a moratória pública não inclui crédito pessoal.

(Notícia atualizada às 13h02 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bancos receberam 569 mil moratórias no crédito. Aprovaram 90% dos pedidos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião