Número de infetados com coronavírus aumenta 0,85%. Já morreram 1.277 pessoas

  • ECO
  • 21 Maio 2020

Nas últimas 24 horas registaram-se 252 novos casos de coronavírus. Desde o início da pandemia já faleceram 1.277 pessoas, contando-se 6.452 recuperados.

Continuam a aumentar o número de pessoas infetadas com coronavírus no país, embora a um ritmo mais lento. Nas últimas 24 horas registaram-se 252 novos casos de infeção, totalizando já 29.912 pessoas com a doença, revelam os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). Face a esta quarta-feira faleceram mais 14 pessoas.

Do número total de infetados, a maioria está a fazer o tratamento em casa, sendo que apenas 608 estão internados, dos quais 92 nos cuidados intensivos. Há 2.125 pessoas a aguardar resultados laboratoriais e mais de 22 mil sob vigilância das autoridades de saúde.

Desde que apareceu em Portugal, no início de março, o coronavírus já provocou a morte de 1.277 pessoas, 14 das quais nas últimas 24 horas. Ainda assim, o número de casos recuperados tem vindo a aumentar e contam-se já 6.452 pessoas recuperadas da doença, revelam os dados da DGS.

Boletim epidemiológico de 21 de maio | Fonte: DGS

O Norte continua a ser a região mais afetada por este vírus, com 16.540 casos de infeção e 717 mortes. Atrás aparece a região de Lisboa e Vale do Tejo (8.878 casos e 297 mortes), o Centro (3.662 casos e 232 mortes), o Algarve (357 casos e 15 mortes) e o Alentejo (250 casos e uma morte). Nas ilhas, os Açores registam 135 casos e 15 falecimentos, enquanto a Madeira tem 90 pessoas infetadas, sem nenhuma morte registada.

Numa análise por concelhos, Lisboa regista o maior número de casos (2.076), à frente de Vila Nova de Gaia (1.529), Porto (1.336), Matosinhos (1.250), Braga (1.199) e Gondomar (1.065).

Há 3.317 profissionais de saúde infetados. Mais de mil recuperados

“Todos os dias aumentamos a nossa capacidade de fazer vigilância de casos confirmados e suspeitos de Covid-19 no domicílio”, disse o secretário de Estado da Saúde, na conferência de imprensa diária. Atualmente há 73.520 profissionais de saúde com acesso à ferramenta Trace Covid e mais de 398 mil utentes inscritos, dos quais cerca de 16 mil estão sob vigilância clínica, detalhou António Sales.

A Linha Saúde 24 recebe atualmente cerca de 5.500 chamadas por dia, um número que, segundo o secretário de Estado, “se tem mantido estável”. Por sua vez, a linha de atendimento a cidadãos surdos já recebeu 66 chamadas.

“Temos aumentado significativamente a nossa capacidade de testagem diária”, disse António Sales, referindo que, desde 1 de março, já foram realizados mais de 698.000 testes de rastreio à doença nos 80 laboratórios. “Foi realmente feito um caminho notável até aqui”, sublinhou.

Relativamente aos profissionais de saúde infetados, António Sales revelou que há 3.317 casos totais, dos quais 480 são médicos, 1.088 enfermeiros, 935 assistentes operacionais, 159 assistentes técnicos e 105 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica. Os restantes 550 são relativos a profissionais de outras áreas específicas da saúde. Até ao momento contam-se 1.071 recuperados.

(Notícia atualizada às 14h11 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Número de infetados com coronavírus aumenta 0,85%. Já morreram 1.277 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião