Fundos lançam OPA sobre dona da Nowo. Pagam prémio de 20%

  • Lusa e ECO
  • 1 Junho 2020

Os fundos Cinven Group, KKR e Providende lançaram uma OPA sobre a totalidade da operadora espanhola MásMóvil, dona da Nowo e da Oni, pagando um prémio de 20,2%.

A Cinven Group, KKR e Providende lançaram uma operação pública de aquisição (OPA) amigável sobre a totalidade da MásMóvil, segundo informação publicada esta segunda-feira na Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) em Madrid. A operadora espanhola de telecomunicações é dona da Nowo e da Oni em Portugal.

A oferta sobre o quarto maior operador de telecomunicações de Espanha é de a 22,5 euros por ação, o que significa um prémio de 20,2% sobre o preço de fecho do mercado na sexta-feira (18,72 euros) e de 30,3% sobre a cotação média ponderada por volume no último mês (17,27 euros). Na informação enviada à CNMV, a MásMóvil é avaliada em cerca de 2.963 milhões de euros.

O Conselho de Administração da empresa espanhola apoia esta operação e comprometeu-se a pagar aos fundos que apresentaram a oferta 22,6 milhões de euros para os compensar no caso de a OPA não se realizar, devido a outra oferta concorrente ou por outras razões. As ações da MásMóvil subiram 23,18% na abertura das negociações da bolsa na manhã desta segunda-feira, depois de se saber sobre a oferta.

Recorde-se que a Másmóvil, em parceria com o fundo GAEA Inversión, uma sociedade de investimento de capital de risco espanhola controlada pelo Grupo Inveready, compararam, no ano passado, a Nowo e a Oni.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fundos lançam OPA sobre dona da Nowo. Pagam prémio de 20%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião