Madrid vai ter 25.000 apartamentos para arrendar a metade do preço de mercado

Em Madrid, juntamente com o setor privado, vão ser construídos 25.000 apartamentos com rendas acessíveis, dos quais 15.000 serão arrendados já no próximo trimestre.

O Governo de Madrid vai avançar com o “Plan Vive”, um projeto em parceria com privados, que passa pela construção de 25.000 apartamentos com rendas 50% abaixo do preço de mercado. Este plano requer um investimento de 3.500 milhões de euros e, de acordo com o El Economista (conteúdo em espanhol), as primeiras 15.000 casas deverão ser já arrendadas no próximo trimestre.

O projeto não é novidade, mas a sua execução sim. Para colmatar a falha do mercado de arrendamento madrileno, a autarquia cedeu os terrenos e juntou-se a privados para promover a construção de 25.000 apartamentos, que serão depois concessionados para serem arrendados a preços acessíveis. “O Plano Vive exigirá um investimento de mais de 3.500 milhões de euros que não temos”, disse o vereador da Habitação, citado pelo jornal espanhol, justificando a necessidade de se fazer esta parceria com o setor privado.

David Pérez sublinhou a importância de um projeto desta dimensão para Madrid que, para além de melhorar o problema do mercado de arrendamento, vai criar postos de trabalho. “Será um grande estímulo económico” para a região, disse o vereador, afirmando que é preciso “parar de pensar que os grandes projetos são negativos”. “O Plan Vive, por exemplo, vai criar 100.000 empregos”, sublinhou.

De acordo com o vereador, as estimativas apontam para que “se licitem as primeiras 15.000 habitações, das 25.000 que serão construídas, no próximo trimestre”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Madrid vai ter 25.000 apartamentos para arrendar a metade do preço de mercado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião