Lisboa regressa às quedas mesmo com “bazuca” do BCE. BCP cai 1,29%

A praça portuguesa acompanhou a tendência de quedas que se observa no resto da Europa, onde a incerteza sobre o impacto da pandemia na economia ainda preocupa os investidores.

A bolsa de Lisboa voltou às quedas, depois de ter estado a valorizar durante três sessões consecutivas. A praça portuguesa acompanhou a tendência de quedas que se observa no resto da Europa, mesmo depois de o Banco Central Europeu (BCE) ter anunciado um reforço do carregamento da “bazuca”, com os receios do impacto da pandemia na economia europeia a pesar mais na balança.

O PSI-20 recuou 0,33% para 4.621,13 pontos. Das 18 cotadas, nove fecharam a sessão em “terreno” vermelho, enquanto outras oito valorizaram e uma, a Mota-Engil, se manteve inalterada.

A pesar no índice português esteve o BCP e a Galp Energia. Os títulos do banco liderado por Miguel Maya caíram 1,29% para os 11,45 cêntimos. Já as ações da petrolífera recuaram 0,85% para os 11,65 euros. A Nos e os CTT também se destacaram nas perdas, ao registar quedas superiores a 1%.

Por outro lado, a travar maiores perdas no PSI-20, a família EDP destaca-se nos ganhos. A EDP Renováveis avançou 0,8% para os 12,56 euros e a EDP subiu 0,34% para os 4,38 euros. Nota também para a Pharol, que valorizou 2,12% nesta sessão.

Pela Europa, o Stoxx-600 caiu 0,8%. O alemão DAX e o espanhol IBEX 35 recuaram 0,5%, o francês CAC 40 desceu 0,3% e o britânico FTSE 100 desvalorizou 0,7%. O BCE reforçou o seu programa de emergência de compra de ativos públicos e privados em 600 mil milhões de euros, alargando para 1.350 biliões de euros o poder de fogo deste mecanismo. Estendeu ainda em mais seis meses, a duração deste programa. No entanto, permanecem os receios com a dimensão do impacto económico do coronavírus na economia europeia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa regressa às quedas mesmo com “bazuca” do BCE. BCP cai 1,29%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião