Novo Banco concedeu 56 mil moratórias avaliadas em 6,1 mil milhões de euros

No balanço das contas do primeiro trimestre, o banco liderado por António Ramalho divulga o número de moratórias que já disponibilizou aos seus clientes e o respetivo montante envolvido.

O Novo Banco divulgou o balanço das moratórias no crédito que já disponibilizou aos seus clientes desde que este mecanismo permite suspender o pagamento das prestações foi criado no final de março. Estas ascendem a um total de 56 mil, correspondentes a 6,1 mil milhões de euros em crédito.

O balanço da disponibilização deste mecanismo que permite aliviar os encargos das famílias e das empresas durante o período mais crítico resultante da pandemia surge nas contas divulgadas esta sexta-feira. O banco liderado por António Ramalho fechou o primeiro trimestre com prejuízos de 180 milhões de euros. Ou seja, quase o dobro do registado um ano antes.

Relativamente às 56 mil moratórias atribuídas está em causa o balanço mais recente feito pela instituição financeira a 2 de junho, correspondendo ao número agregado atribuído no âmbito da moratória pública e privada no âmbito do protocolo da Associação Portuguesa de Bancos (APB).

O Novo Banco divulgou ainda o crédito disponibilizado ao abrigo das linhas de crédito protocoladas com o Estado no âmbito dos apoios às empresas afetadas pelo Covid-19. À mesma data, já tinham sido disponibilizados 1,2 mil milhões de eurospor via das Linhas de Crédito Covid.

(Notícia atualizada às 18h12)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Novo Banco concedeu 56 mil moratórias avaliadas em 6,1 mil milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião