Turismo manteve “interrupção quase total” em maio

Quebras no número de hóspedes e de dormidas ascendem a 90% no mês de maio, devido à situação de pandemia, de acordo com as estimativas do INE.

A atividade turística em Portugal manteve em maio uma situação de “interrupção quase total” devido à situação de pandemia vivida em todo o mundo, apresentando tímidas melhorias face a abril.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), “o setor do alojamento turístico deverá ter registado no 157,8 mil hóspedes e 324,3 mil dormidas, o que corresponde a variações de -93,9% e -95,0% (-97,4% e -97,0% em abril, pela mesma ordem)”.

As dormidas de residentes terão diminuído 85,6% (-93,0% em abril), enquanto as dormidas de não residentes terão decrescido 98,1% (-98,6% no mês anterior), acrescenta ainda o gabinete de estatísticas.

Durante o mês de maio, quase 70% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram qualquer movimento de hóspedes.

Todos os principais mercados emissores registaram decréscimos expressivos no mês passado, superiores a 90%. Por exemplo, as quebras do Reino Unido ascendem a 99,3% e da Alemanha a 98,6%.

Neste momento, vários Estados membros da União Europeia estão a abrir fronteiras, mas a condicionar as viagens para alguns destinos onde a pandemia de Covid-19 continua a apresentar números preocupantes. Portugal tem sido um destino descartado por muitos destes países.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Turismo manteve “interrupção quase total” em maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião