5 coisas que vão marcar o dia

Como está a evoluir o comércio a retalho? O Eurostat dá a resposta esta segunda-feira, depois de em abril se ter verificado uma quebra de quase 20%, na Zona Euro.

O Eurostat divulga os dados do comércio a retalho relativos a maio e Pedro Nuno Santos acompanha a receção das primeiras 18 carruagens compradas à Renfe. O dia fica ainda marcado pelo fim da consulta pública da “Estratégia Nacional para o Hidrogénio” e pela reação dos mercados aos anunciados corredores aéreos do Reino Unido.

Como está a evoluir o comércio a retalho?

O gabinete de estatísticas da União Europeia publica, esta segunda-feira, os dados relativos ao comércio a retalho registados em maio deste ano, primeiro mês de desconfinamento. Em abril, a área da moeda única verificou uma quebra homóloga de quase 20% do comércio a retalho, o que foi explicado, em grande parte, pelo impacto da pandemia de coronavírus e pelas medidas de confinamento adotadas em consequência pelos vários Governos. No mesmo mês, a União Europeia registou um recuo de 18% do comércio a retalho e Portugal registou uma descida ainda mais significativa: 22%.

Primeiras 18 carruagens compradas à Renfe chegam a Guifões

As primeiras 18 carruagens adquiridas pela Comboios de Portugal (CP) à Renfe chegam, esta segunda-feira, a Guifões. O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, acompanhará a receção deste material, em conjunto com o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, e com o presidente do Conselho de Administração da CP, Nuno Freitas. No total, a CP comprou 51 carruagens à Renfe, o que permitirá aumentar em 50% o seu parque de carruagens climatizadas.

Mercados reagem a corredores aéreos anunciados por Reino Unido

O Reino Unido vai abrir corredores aéreos com vários países europeus a partir de 10 de julho, mas deixou mesmo Portugal de fora (exceto os Açores e a Madeira). Os países incluídos nessa lista poderão receber turistas britânicos sem que estes fiquem obrigados a cumprir um período de quarentena aquando do regresso a casa. Os mercados europeus — nomeadamente as cotadas ligadas ao setor do turismo — reagem, esta segunda-feira, à decisão do Reino Unido.

Termina consulta pública da “Estratégia Nacional para o Hidrogénio”

Termina, esta segunda-feira, o período de consulta pública da “Estratégia Nacional para o Hidrogénio” do Ministério do Ambiente e da Ação Climática. Ainda na semana passada, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP) disse não estar confortável, nem “descansada” com o conteúdo do documento em causa. “Há muitas interrogações sobre o impacto financeiro” dos projetos relacionados com o hidrogénio, frisou a confederação liderada por António Saraiva.

Que peso tem o setor espacial em Portugal?

Termina, esta segunda-feira, o prazo para responder ao inquérito promovido pela Agência Espacial Portuguesa para avaliar o peso do setor espacial no país. O objetivo é traçar o retrato da indústria especial e dos centros de investigação da área em Portugal. Este será o primeiro passo para a criação do Catálogo Espacial Português 2020. O questionário pode ser respondido online.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião