Fisco tem por cobrar 15 mil milhões de euros em impostos

  • ECO
  • 6 Julho 2020

Se, por um lado, o "valor da dívida declarada em falhas aumentou, o valor da dívida ativa e da dívida suspensa diminuiu", nota o relatório do Fisco.

O Fisco tem por cobrar 14.919 milhões de euros em impostos, adianta o Jornal Económico (acesso livre). Mais de metade da dívida dos contribuintes está suspensa, tendo atingido, no ano passado, os 8.497 milhões de euros. Já a dívida ativa, considerada cobrável, chegou, em 2019, aos 6.422 milhões de euros.

Enquanto o “valor da dívida declarada em falhas aumentou, o valor da dívida ativa e da dívida suspensa diminuiu”, aponta o Relatório de Combate à Fraude e Evasão Fiscais e Aduaneiras com o balanço de 2019. O valor da dívida suspensa, onde estão em causa dívidas fiscais que estão suspensas, é de menos 167 milhões de euros face a 2018.

Já a dívida ativa cresceu de 6.355 milhões de euros, em 2018, para 6.422 milhões no ano passado, enquanto a dívida declarada em falhas também aumentou em 190 milhões para 6.224 milhões de euros. A influenciar estes valores está um decreto-lei de 2017 que delineou várias medidas de apoio temporário para os contribuintes com domicílio fiscal, sede ou estabelecimento nos concelhos afetados pelos incêndios de 15 de outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fisco tem por cobrar 15 mil milhões de euros em impostos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião