Consultas com a ADSE vão ficar mais caras

  • ECO
  • 10 Julho 2020

Valor pago pelo beneficiário aos prestadores privados passe de 3,99 euros para 5,50 euros por consulta, enquanto o preço pago pela ADSE sobe de 14,47 para 19,50 euros.

Os beneficiários da ADSE vão, em breve, ter de pagar mais pelas consultas. De acordo com a proposta de nova tabela de preços, haverá um aumento tanto do valor que será pago pelos utentes dos serviços dos prestadores privados como do montante devido pelo sistema de saúde dos funcionários públicos a esses mesmos operadoras.

Segundo o Jornal de Negócios (acesso pago), a ideia é que o valor pago pelo beneficiário aos prestadores privados passe de 3,99 euros para 5,50 euros por consulta, enquanto o preço pago pela ADSE sobe de 14,47 para 19,50 euros. Este valor acaba por ficar, ainda assim, aquém do aumento para 12 euros por consulta, a pagar pelos beneficiários, que tinha sido admitido pelo Conselho Diretivo da ADSE.

Estas novas tabelas de preços já estão na posse do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) da ADSE, que tem agora de elaborar um parecer. O presidente do conselho consultivo do subsistema de saúde dos funcionários públicos avançou que esse parecer poderá estar pronto já a 29 de julho.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Consultas com a ADSE vão ficar mais caras

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião