SIC contrata humorista Bruno Nogueira

Bruno Nogueira vai regressar à SIC a partir de setembro. Para o humorista é um convite "irrecusável".

Tal como o Ricardo Araújo, o humorista Bruno Nogueira vai regressar à SIC e será, a partir de setembro, o reforço do canal português líder de audiências. Os projetos que Bruno Nogueira irá abraçar no canal serão anunciados a partir do seu regresso.

“O Bruno Nogueira, pela originalidade, pelo desassombro criativo e pela capacidade de fazer bem qualquer desafio a que se proponha, é um ativo muito relevante para a SIC. A sua vontade incondicional em querer desenvolver na SIC as suas ideias está a par da nossa ambição de continuar a inovar e a criar conteúdos com impacto na sociedade. É um orgulho podermos ter uma equipa de elite, que a chegada do Bruno vem robustecer”, explica Daniel Oliveira, diretor geral de entretenimento da Impresa, em comunicado.

O humorista, autor, ator e apresentador, que durante o confinamento, criou o fenómeno mediático “Como é que o Bicho mexe”, regressa à SIC, na qual se tornou conhecido do grande público a partir de 2003, no Levanta-te e Ri. Também criou o “Som de Cristal” em 2015.

Para Bruno Nogueira este convite é “irrecusável”. “A liberdade criativa que o Daniel Oliveira e a SIC me oferecem é, mais do que nunca, uma oportunidade irrecusável. Agradeço o convite e a confiança demonstrada neste meu regresso à SIC, e espero estar à altura daquilo a que me proponho”, refere o humorista, no mesmo comunicado.

Além de ator, apresentador e humorista, Bruno Nogueira é autor de programas como “Último a Sair”, “Os Contemporâneos”, “Odisseia”, “Som de Cristal”, a série “Sara e mais recentemente “Como é que o bicho mexe?” e de espetáculos como “Deixem o Pimba em paz”, “Depois do medo” ou “Sou Do Tamanho Do Que Vejo E Não Do Tamanho Da Minha Altura”. Tem igualmente a crónica diária “Tubo de Ensaio”, na TSF.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

SIC contrata humorista Bruno Nogueira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião