MPM Software renova site

  • ECO Seguros
  • 13 Julho 2020

Foram centralizados num único website todos os mercados em que a empresa opera, disponibilizando uma apresentação mais clara do posicionamento da MPM nas diferentes linhas de negócio.

A MPM Software desenhou e lançou um novo website global com a colaboração do The North Studio, empresa especializada no design de meios digitais. O novo design e tom de comunicação desta nova web “vem confirmar o posicionamento da MPM como uma empresa moderna e dinâmica de perfil marcadamente tecnológico”, diz a empresa em comunicado.

Entre outros aspetos, foram centralizados num único website todos os mercados em que a MPM opera, disponibilizando uma apresentação mais clara do posicionamento da MPM nas diferentes linhas de negócio a que dá resposta através das suas soluções.

Este novo website integra também o blog Mediação Inteligente, que é continuamente alimentado com conteúdos sobre temas atuais do mercado e artigos sobre áreas de interesse do setor segurador, tanto na versão em português como na versão em espanhol.

Segundo João Veiga, Country Manager da MPM Software Portugal, “este novo website, desenvolvido em colaboração com o The North Studio, representa um salto qualitativo em termos de comunicação com o mercado e irá oferecer uma excelente experiência de utilização a todos os visitantes do nosso website”.

Criada em 1990, a MPM é uma empresa tecnológica de soluções de gestão para a distribuição de seguros tem presença em 8 países, com mais de 160 profissionais que prestam serviços a mais de mil clientes e cerca de 20 mil utilizadores.

A MPM iniciou a sua atividade no mercado português em 1998 através de um acordo de distribuição com a Informática El Corte Inglés. Desde então mais de 400 licenças de software da MPM foram instaladas no mercado português, quer em distribuidores de seguros tradicionais como agentes e corretores, quer nos mais diversos tipos de distribuidores de seguros não-tradicionais como banca, grandes superfícies, retalho e eletrónica, distribuidores de automóveis e clubes de futebol.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

MPM Software renova site

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião