PSI-20 recua penalizado pelo setor energético, mas ganha na semana

A bolsa nacional caiu pela segunda sessão consecutiva, mas a semana foi positiva para o PSI-20. Fora do índice principal, o destaque vai para a Cofina.

O PSI-20 fechou em terreno negativo nesta sexta-feira, acumulando duas sessões de perdas. A bolsa nacional foi arrastada pelo setor energético, pelos CTT e pela Ibersol, acompanhando assim as perdas registadas nas bolsas europeias.

O índice lisboeta perdeu 0,84% para os 4.441,52 pontos. Apesar da queda desta sessão, a bolsa nacional fechou a semana com uma valorização de 1,69%. O mesmo aconteceu ao Stoxx 600 — o índice que agrega as 600 principais cotadas europeias –, que desvalorizou nesta sessão mas acumula a segunda semana consecutiva de ganhos.

Na Europa, o setor das viagens e lazer, nomeadamente as companhias áreas (como a British Airways, Easyjet, Air France KLM ou a IAG) e as operadoras turísticas (como a TUI), foi um dos que mais desceu por causa da decisão do Reino Unido de acrescentar mais países europeus à sua “lista negra”, obrigando os viajantes desses destinos (como a França e a Holanda) a uma quarentena obrigatória.

Além disso, os dados das vendas a retalho na China desiludiram os investidores, de acordo com a imprensa internacional, assim como as preocupações sobre um atraso nos estímulos orçamentais dos EUA face a discórdia entre os democratas, republicanos e Casa Branca.

Entre as quedas, as maiores foram as da Ibersol — as ações da cadeia de restauração desceram 2,51% para os 5,44 euros — e as dos CTT cujas ações desvalorizaram 2,04% para os 2,88 pontos. Em termos de setores, foi o energético a penalizar mais o índice nacional: a Galp Energia desceu 1,51% para os 9,52 euros, a EDP perdeu 1% para os 4,35 euros e a EDP Renováveis cedeu 1,87% para os 13,66 euros.

A evitar perdas mais significativas no PSI-20 esteve a Mota-Engil: os títulos da construtora subiram 3,94% para os 1,42 euros. A REN, a Pharol e a Altri também subiram, mas muito ligeiramente.

Fora do índice, o destaque vai para a Cofina que subiu 0,78% para os 26 cêntimos por título. A cotada do setor dos media acumula já um ganho de 18% desde que relançou a Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Media Capital, negociando em máximos de 23 de julho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PSI-20 recua penalizado pelo setor energético, mas ganha na semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião