Nas notícias lá fora: Biden, Brexit e Covid-19

Donald Trump está frustado com o modo como a China geriu os surtos de Covid-19 e por isso não marcou qualquer reunião com essa potência sobre as questões comerciais para os próximos tempos.

A campanha britânica “coma fora para ajudar” está a ser um sucesso. Enquanto isso, as negociações entre o Reino Unido e Bruxelas em torno do Brexit estão, mais uma vez, emperradas. Desta vez, é a circulação dos camiões britânicos o assunto em discussão. Do outro lado do Atlântico, Trump está frustrado com a China e Biden é oficialmente candidato à Casa Branca. A vacinação contra a Covid-19 pode arrancar no início de 2021.

The Guardian

Britânicos compram 35 milhões de refeições com desconto

“Eat out to help out”, ou seja, “coma fora para ajudar” foi o mote da campanha lançada pelo Governo britânico para apoiar a restauração, no período pós confinamento por causa da pandemia do novo coronavírus. E está a ser um sucesso: apenas nas duas primeiras semanas, os britânicos adquiriram mais de 35 milhões de refeições fazendo uso do desconto estatal que ascende a dez libras por pessoa em comida adquirida às segundas-feiras. O Governo britânico prevê que o número suba ainda mais, já que apenas recebeu pedidos de reembolso de cerca de metade dos 85 mil restaurantes aderentes.

Leia a notícia completa no The Guardian (conteúdo em inglês, acesso livre).

The Wall Street Journal

Joe Biden nomeado oficialmente candidato contra Trump

Joe Biden é oficialmente o candidato dos Democratas na corrida à Casa Branca contra Donald Trump. Biden, de 77 anos, conseguiu o apoio de 3.558 delegados, no segundo dia da convenção do partido, realizada de forma inteiramente virtual, por causa da pandemia da Covid-19, suplantando as 1.151 nomeações atribuídas ao senador mais à esquerda, Bernie Sanders. O ex-vice-presidente dos EUA, com Barack Obama, vai assim enfrentar Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, que se realizam a 3 de novembro.

Leia a notícia completa no The Wall Street Journal (conteúdo em inglês, acesso pago).

Financial Times

Circulação de camiões britânicos emperra negociações do Brexit

Bruxelas disse “não” à proposta do Reino Unido de manter a livre circulação de camiões britânicos, emperrando as negociações comerciais do Brexit. Os camionistas do Reino Unido já avisaram que se não for possível chegar a acordo até dezembro tal prejudicará os negócios de ambos os lados do Canal da Mancha, travando as cadeias de abastecimento europeias e provocando uma escalada dos preços. A Comissão Europeia frisa, ainda assim, que falta equilíbrio à proposta britânica.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso pago, conteúdo em inglês).

Cinco Días

Trump cancela negociações comerciais com a China

Não há qualquer reunião marcada entre Pequim e Washington para os próximos tempos para aprofundar as negociações comerciais entre estas duas potências. Donald Trump tinha indicado que as conversações com a China seriam adiadas, face à pandemia de coronavírus, mas uma fonte da Casa Branca veio agora detalhar que não há mesmo qualquer encontro marcado para os próximos tempos. O presidente dos Estados Unidos diz estar frustrado com a forma como a China geriu os surtos de Covid-19, não querendo por isso investir na relação com essa potência, neste momento. “O que a China fez ao mundo é impensável. Eles podiam ter parado [o vírus]”, disse Trump.

Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso livre, conteúdo em espanhol).

Reuters

Vacinação contra a Covid-19 pode arrancar no início de 2021

São muitas as farmacêuticas na corrida à produção de uma vacina que seja eficaz contra o novo coronavírus. E várias destas empresas estão já em testes, podendo chegar à fase final de ensaios no final deste ano. Klaus Cichutek, responsável pelo Paul Ehrlich Institut, diz que as primeiras fases dos testes deram sinais positivos no que respeita à imunidade à Covid-19. “Se a Fase III mostrar que as vacinas são eficazes e seguras, as primeiras podem ser aprovadas no arranque do próximo ano”, diz, salientando que pode avançar-se, nessa altura, com a vacinação da população, nomeadamente dos grupos de risco.
Leia a notícia completa na Reuters (conteúdo em inglês, acesso livre).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Biden, Brexit e Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião