660 mil portugueses já descarregaram app Stayaway Covid

Apesar de os downloads terem atingido este nível, José Manuel Mendonça apontou que é "importante" chegar "a números superiores".

Até esta manhã, já 660 mil portugueses descarregaram a aplicação de rastreio de contactos Stayaway Covid, adiantou José Manuel Mendonça, do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC). O responsável reiterou que a Stayaway Covid é mais do que uma app, sendo quase uma rede social.

Apesar de os downloads terem atingido este nível, José Manuel Mendonça apontou que é “importante que cheguemos a números superiores”, de forma a que seja mais eficaz, na sessão de apresentação sobre a “Situação Epidemiológica da Covid-19 em Portugal”, transmitida em direto no canal de YouTube do Governo. Já foram gerados nove códigos que pessoas infetadas introduziram na aplicação.

“Isto não é uma app, é um sistema complexo, é uma rede social, se quisermos”, apontou José Manuel Mendonça. A Stayaway Covid é, ao mesmo tempo, “complexo e muito simples”, salientou, apontando ainda assim que, para ser muito seguro, a aplicação tem 15 mil linhas de código, que está disponível no GitHub.

O académico garantiu ainda que há “anonimato completo” na aplicação. Para além disso, apontou que é importante existir uma interoperabilidade europeia nestas aplicações de rastreio, que “ajudará a mobilidade e confiança”. José Manuel Mendonça mostrou-se mesmo confiante de que uma app mundial para a Covid-19 e para outras doenças do mesmo tipo vai ser “inevitável”.

(Notícia atualizada às 17h25 com mais informação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

660 mil portugueses já descarregaram app Stayaway Covid

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião