Famílias alemãs começam hoje a receber cheque de 300 euros por criança

O Governo alemão vai distribuir às famílias um cheque de 300 euros por cada criança, com o objetivo de as ajudar a superarem os efeitos provocados pela pandemia.

O Governo alemão começa esta segunda-feira a distribuir cheques de 300 euros às famílias com crianças, podendo este valor duplicar no caso de pais separados, refere o jornal Deutschland (conteúdo em inglês). O objetivo é ajudar as famílias a superarem os efeitos provocados pela crise pandémica.

Por cada criança, as famílias receberão uma ajuda de 300 euros, que será distribuída em duas parcelas de 150 euros — a primeira em setembro e a segunda em outubro, juntamente com o abono de família, que na Alemanha começa em 192 euros por cada filho. No caso de pais separados, o cheque duplica para 600 euros.

Este apoio extraordinário em tempos de pandemia será tributado em termos de impostos, sendo que quanto maior for o rendimento familiar, maior será a tributação. De acordo com estimativas do Ministério das Finanças do país, oito em cada dez famílias poderão receber ajuda na totalidade.

Esta ajuda “vai servir para mitigar as novas necessidades das famílias”, tais como a compra de máscaras e álcool-gel, numa altura em que vai arrancar o ano letivo, diz Katharina Spieb, especialista do Instituto Alemão de Estudos Económicos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Famílias alemãs começam hoje a receber cheque de 300 euros por criança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião