Portugal acaba com prospeção de petróleo e gás

  • ECO
  • 7 Setembro 2020

“Não serão atribuídos mais contratos de prospeção e pesquisa de gás natural ou petróleo”, diz o Ministério do Ambiente e da Ação Climática

Portugal vai deixar de conceder contratos de prospeção e pesquisa de gás natural ou petróleo. Com a renúncia da Australis, o Governo decidiu acabar com a exploração de energias poluentes numa altura em que a aposta recai nas renováveis.

“Não serão atribuídos mais contratos de prospeção e pesquisa de gás natural ou petróleo”, disse ao Jornal Económico (acesso livre) fonte oficial do Ministério do Ambiente e da Ação Climática (MAAC).

Decisão do MAAC surge depois de a Australis, que veio procurar gás e petróleo na zona Oeste e na zona Centro, ter decidido renunciar ao contrato. Segundo o MAAC, foi a própria empresa que renunciou às concessões “Batalha” e “Pombal”, através de carta enviada a 24 de agosto para a Direção-Geral de Energia e Geologia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal acaba com prospeção de petróleo e gás

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião