Há menos alunos da primária por cada professor português do que média da UE

Por cada professor do ensino primário português há 12,4 alunos, número que representa um recuo e fica abaixo da média da União Europeia.

menos alunos por cada professor português do ensino primário do que a média dos Estados-membros da União Europeia. Numa altura em que a dimensão das turmas está a ser considerada um fator crítico no combate à Covid-19 nas escolas, o Gabinete de Estatísticas do bloco comunitário salienta que, em média, cada professor europeu tem a seu cargo 13,6 alunos, o que representa um recuo face, pelo menos, aos dois anos anteriores.

De acordo com o Eurostat, havia 24,5 milhões de alunos no ensino primário, em 2018, em toda a União Europeia. Em contrapartida, havia 1,8 milhões de professores. “Geralmente, os alunos entram no ensino primário entre os cinco anos e os sete anos. Este nível de educação é tipicamente desenhado para dar aos alunos conhecimentos básicos de leitura, escrita, matemática, bem como uma compreensão básica de matérias como História, Geografia, Ciências Sociais e Naturais, Arte e Música”, é explicado na nota divulgada esta quarta-feira.

Tudo somado, em média, há 13,6 alunos por cada professor europeu do ensino primário, valor mais baixo do que tinha sido registado em 2017 (14,3 alunos por professor) e em 2016 (14 alunos por professores).

É na Roménia (19,5 alunos por professor), na República Checa e em França (ambos com 19,2 alunos por professor) que se registam os rácios mais elevados.

Portugal aparece mais abaixo na tabela, tendo um rácio inferior à média da União Europeia. Em média, cada professor português tem à sua conta com 12,4 alunos por professor. Em 2016, esse rácio estava nos 13,1 alunos por professor e, em 2017, nos 12,7.

Mais abaixo na tabela, aparece o Luxemburgo com 9 alunos por professor do ensino primário, a Grécia com 9,2 alunos por professor e 9,6 alunos por professor.

Estes dados são conhecidos numa altura em que o tamanho das turmas tem sido considerado um fator fundamental no combate à pandemia nas escolas, agora que as aulas presenciais estão de regresso.

Ainda esta terça-feira, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) salientava que os países com turmas menores poderão ter mais facilidade em impôr medidas nesse sentido, nomeadamente de distanciamento social.

Entre os países da OCDE, Portugal fica em linha com a média, no que diz respeito ao número de alunos por turma. As turmas do ensino primário público português contam, em média com 21 alunos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há menos alunos da primária por cada professor português do que média da UE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião