Câmaras querem adiar pagamento de dívidas aos bancos por um ano

  • ECO
  • 15 Setembro 2020

Reivindicação junto do Governo visa garantir que as câmaras têm um balão de oxigénio para face à pandemia, isto numa altura em que as receitas diminuem e os gastos em áreas como o apoio social sobem.

As câmaras portuguesas querem que o Governo determine uma moratória que lhes permita adiar por um ano o pagamento dos empréstimos à banca, avança o Jornal de Notícias (acesso pago) nesta terça-feira.

Segundo explica aquele jornal, o pedido consta de um caderno reivindicativo enviado na semana passada ao Governo pela Associação Nacional de Municípios, em preparação do Orçamento do Estado para 2021.

O objetivo da associação liderada por Manuel Machado será procurar garantir que as câmaras dispõem de um balão de oxigénio para face aos efeitos da pandemia, isto numa altura em que veem as suas receitas diminuir e os gastos em áreas como o apoio social às famílias, à adaptação das escolas à pandemia ou ao acompanhamento dos lares de terceira idade a aumentar. No mesmo caderno reivindicativo, a ANMP pede ainda uma “mais justa e equilibrada repartição dos recursos públicos” e avisa que os municípios não podem voltar a ser excluídos dos apoios da Europa, como no tempo da troika.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Câmaras querem adiar pagamento de dívidas aos bancos por um ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião