Plataforma Disney+ chega hoje a Portugal por 6,99 euros/mês

Portugal ganha esta terça-feira uma nova plataforma de streaming. O serviço Disney+ traz consigo Mandalorian e Mulan e custa 6,99 euros por mês, ou 69,99 euros por ano.

A plataforma Disney+ chega esta terça-feira a Portugal, dez meses depois de ter sido lançada nos EUA. O novo serviço de streaming da Disney vai concorrer no mercado português como alternativa à Netflix e HBO, oferecendo no catálogo alguns títulos populares do mundo Disney, Pixar, Star Wars, Marvel e National Geographic, entre outros.

O serviço Disney+ (lê-se Disney Plus) passa, assim, a estar disponível também aos portugueses mediante o pagamento de uma mensalidade de 6,99 euros, ou 69,99 euros por ano. Antes do lançamento, o preço anual era dez euros mais barato, ao abrigo de uma campanha de angariação de clientes levada a cabo pela empresa.

O catálogo inicial conta, desde logo, com o filme original The Mandalorian, lançado em 2019 em conjunto com a plataforma, mas também Mulan, um filme lançado exclusivamente no Disney+ (exceto na China) e produzido para satisfazer as audiências no mercado chinês, mas que tem causado polémica e gerado receitas abaixo das expectativas em plena pandemia, segundo o The New York Times.

Portugal não é o único mercado a passar a contar agora com mais uma plataforma de streaming. O serviço também fica disponível a partir de agora na Noruega, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Islândia, Bélgica e Luxemburgo.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Plataforma Disney+ chega hoje a Portugal por 6,99 euros/mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião