Banca pressionada a socorrer Fundo de Resolução

  • ECO
  • 16 Setembro 2020

A constituição de um sindicato bancário para financiar é uma hipótese que estará a ser avaliada para financiar o Novo Banco.

Face à recusa dos partidos de esquerda em viabilizar um Orçamento do Estado com mais dinheiro para o Novo Banco, estará a ser procurada uma solução alternativa de financiamento que poderá passar pela constituição de um sindicato de bancos nacionais, avança o Jornal de Negócios (acesso pago) esta quarta-feira.

De acordo com aquele jornal, essa possibilidade estará a ser avaliada pelas principais autoridades envolvidas, nomeadamente Governo, bancos, Fundo de Resolução (FdR), auditores e o Banco de Portugal (BdP). A confirmar-se, será o reeditar de uma solução que já foi acionada anteriormente, em 2014, que será mais viável do que o recurso ao financiamento direto do FdR no mercado internacional.

Mas recorrer ao sindicato bancário também não será uma opção simples. “Não haverá nenhumas condições para os bancos concederem empréstimos se tiverem de registar as provisões à cabeça”, assegurou uma fonte do mercado aquele jornal.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banca pressionada a socorrer Fundo de Resolução

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião