ByteDance prepara entrada da TikTok na bolsa norte-americana

TikTok Global poderá ir para Wall Street se Donald Trump aceitar. Investidores americanos, incluindo a Oracle e a Walmart, ficarão com maioria do capital da nova companhia.

A chinesa ByteDance está a preparar a entrada em bolsa da TikTok Global, a nova companhia que irá operar a popular rede social de vídeos, se a proposta tiver “luz verde” da Casa Branca, avança a agência Reuters citando duas fontes próximas do assunto.

A ByteDance pretende obter um acordo com a Administração Trump para evitar a proibição do TikTok nos EUA, uma ameaça que o presidente americano disse poder concretizar-se na próxima semana.

Trump tinha ordenado à ByteDance para vender as operações do TikTok nos EUA ou abandonar o país, devido às preocupações em relação aos dados pessoais de mais de 100 milhões de americanos que são utilizadores da aplicação e que poderão ser transferidos para o governo chinês. Esta quarta-feira, o Trump voltou a manifestar a sua oposição à permanência da ByteDance como principal proprietário da TikTok.

Entretanto, a Casa Branca e a ByteDance chegaram a um compromisso em torno de alguns aspetos do negócio, embora Trump ainda não tenha aprovado. Investidores e empresas americanas, incluindo a Oracle, deverão passar a deter pelo menos 60% das operações da TikTok nos EUA, disse uma fonte.

Com o IPO em Wall Street, a nova TikTok Global terá uma maioria de diretores americanos, um CEO americano e um expert em segurança no conselho de administração. A Oracle poderá deter 20% da companhia e a retalhista Walmart também poderá deter uma participação e assento na administração.

A entrada em bolsa, a acontecer, só deverá concretizar-se dentro de um ano.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

ByteDance prepara entrada da TikTok na bolsa norte-americana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião