“Lado a lado” é o mais recente projeto de apoio a imigrantes e refugiados dos alunos de direito da Universidade Católica

"Lado a lado" é o nome do projeto desenvolvido pelos alunos da disciplina de direito e voluntariado da Faculdade de Direito da Universidade Católica.

A Escola de Lisboa da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa criou um projeto de voluntariado desenvolvido pelos alunos da disciplina de direito e voluntariado, o “Lado a lado”. O objetivo é apoiar a inclusão dos imigrantes e refugiados na sociedade através da sua maior participação em atividades culturais.

“Neste projeto, a Faculdade estabeleceu uma parceira com o Festival TODOS – um evento promovido pela Câmara Municipal de Lisboa e organizado pela Academia de Produtores Culturais – que existe desde 2009 com o propósito de afirmar Lisboa como uma cidade intercultural, eliminando a tendência de formação de guetos territoriais associados às comunidades de imigrantes, através da promoção de programas culturais onde seja possível um maior convívio entre diferentes culturas”, referem em comunicado.

Com início no segundo semestre, ou seja a partir de fevereiro, os alunos vão ter a oportunidade de colaborar enquanto voluntários na estratégia de envolvimento das comunidades migrantes na vida cultural da cidade, no âmbito do festival e de outros projetos da Academia de Produtores Culturais.

Os alunos envolvidos no projeto têm ainda a possibilidade de contactar diretamente com imigrantes e refugiados residentes em Lisboa e apoiá-los a participar mais em espetáculos e outros atividades culturais à sua escolha. Desde assistir a um espetáculo de teatro até visitar um museu, as pessoas abrangidas por este projeto vão poder decidir em que atividade gostariam de participar, sendo que o valor dos bilhetes, do transporte e da refeição será financiado pelo projeto.

“Fazer algo ligado ao voluntariado na área da cultura já era um desejo antigo, e este ano surgiu a possibilidade de os alunos desenvolverem um projeto que alia a cultura à promoção da inclusão social e à igualdade. Sabemos que ainda existe marginalização das comunidades de imigrantes e refugiados em Portugal, e com o projeto ‘Lado a lado’, associando-nos ao Festival TODOS, queremos mostrar que a sociedade civil pode contribuir para a promoção dos direitos fundamentais, nomeadamente ao nível da fruição cultural”, nota Joana Liberal Arnaut, docente Universidade Católica Portuguesa e responsável pela disciplina de Direito e Voluntariado.

Para a docente as vantagens são visíveis também nos alunos, porque “mais do que formar juristas de qualidade reconhecida, queremos também formar cidadãos participativos”. “Por isso acredito que dar a possibilidade aos estudantes da disciplina de contactar com realidades diferentes da sua irá permitir-lhes ter uma maior sensibilidade para estas causas”, acrescenta.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Lado a lado” é o mais recente projeto de apoio a imigrantes e refugiados dos alunos de direito da Universidade Católica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião