JALP é a nova associação que pretende “proteger um novo futuro” da advocacia

Com o objetivo principal de apoiar, integrar e representar os jovens advogados oriundos dos países de língua oficial portuguesa, foi criada a associação JALP.

A Associação Internacional de Jovens Advogados de Língua Portuguesa (JALP) é a nova associação que tem como objetivo principal apoiar, integrar e representar os jovens advogados oriundos dos países de língua oficial portuguesa, “pretendendo assumir-se como um polo agregador e voz ativa e intransigente das inquietações e interesses dos seus associados”.

Com sede em Portugal, a JALP quer ter um “papel relevante no enquadramento dos jovens advogados no contexto jurisdicional lusófono e no movimento linguístico cultural onde se insere a nova portugalidade“, refere em comunicado.

Os órgãos sociais da JALP são compostos por advogados inscritos em diversos países que integram a Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa, entre eles, Angola, Brasil, São Tomé e Príncipe e Região Administrativa Especial de Macau, para além de Portugal.

A direção da JALP é composta por Francisco Goes Pinheiro (presidente) Márcia Martinho da Rosa e José Briosa e Gala (vice-presidentes), Nayda Silveira d’Almeida (vogal) e Natália Campos Rocha (secretária-geral). A Mesa da Assembleia Geral será composta por Manuel Ferreira Mendes (presidente), Carlos Eduardo Coelho (vice-presidente) e Maria Inês Costa (secretária). Já o Conselho Fiscal será composto por Catarina Fernandes (presidente), José Borges Guerra (vice-presidente) e Barros Gaspar Simão (vogal).

José Briosa e Gala, Manuel Ferreira Mendes, Francisco Goes Pinheiro, Márcia Martinho da Rosa e José Borges Guerra (da esquerda para a direita)D.R.

Podem fazer parte da JALP quaisquer advogados ou advogados estagiários devidamente inscritos nas respetivas ordens profissionais de qualquer país da CPLP, desde que a inscrição definitiva não tenha ocorrido há mais de vinte anos”, explica a associação.

Podem ainda integrar a JALP os membros honorários e coletivos, sendo os primeiros, advogados que se notabilizaram no exercício da profissão ou no contexto da CPLP e os associados coletivos, as entidades que desempenhem um papel de relevo nas jurisdições anteriormente referidas ou que prossigam interesses comuns ou similares aos prosseguidos pela associação.

A Associação Internacional de Jovens Advogados de Língua Portuguesa visa ainda proteção da língua portuguesa no contexto da profissão de advogado e o futuro dos advogados e advogados estagiários na CPLP.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

JALP é a nova associação que pretende “proteger um novo futuro” da advocacia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião