Costa vai substituir presidente do Tribunal de Contas

  • ECO
  • 3 Outubro 2020

Vítor Caldeira terá recebido um telefonema do primeiro-ministro António Costa a dar conta de que não vai ser reconduzido no cargo de presidente do Tribunal de Contas.

Vítor Caldeira, presidente do Tribunal de Contas (TdC), não vai ser reconduzido no cargo. A notícia é avançada pelo jornal Sol, este sábado, que adianta que este terá recebido um telefonema do primeiro-ministro António Costa a dar conta dessa decisão.

“Desrespeito pelo presidente do Tribunal de Contas e pela própria instituição” e “falta de cortesia” para com o atual titular do cargo, por este ter exercido o mandato de “forma isenta e tecnicamente irrepreensível”, é assim que os juízes conselheiros do TdC classificam a forma como António Costa decidiu comunicar a Vítor Caldeira que não será reconduzido.

De salientar que a indicação da não recondução de Vítor Caldeira acontece num ano marcado por auditorias arrasadoras do TdC quer para o poder Central quer para o poder Local. O exemplo mais recente foi na última semana, ocasião em que o TdC considerou que a proposta do Governo para alterar o Código dos Contratos Públicos (CCP) pode levar à distorção da concorrência e abrir a porta ao conluio e até à corrupção.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Costa vai substituir presidente do Tribunal de Contas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião