Depois das sabrinas, Josefinas aposta nas malas

Conhecida pelas sabrinas, a Josefinas acaba de lançar linha de malas inspiradas em Carolina Beatriz Ângelo. Há duas versões, a Carolina e a Mini Carolina, e custam 390 e 310 euros, respetivamente.

Conhecida pelas icónicas sabrinas, a marca portuguesa de calçado raso artesanal Josefinas acaba de lançar uma mala para senhora. A novidade é inspirada em Carolina Beatriz Ângelo, a primeira mulher a votar em Portugal.

“A Josefinas acredita que tudo o que cria deve ter um significado e, enquanto marca portuguesa, dá a conhecer ao mundo a mulher que rompeu as normas de uma sociedade patriarcal, mostrou que as mulheres são capazes e abriu portas a várias conquistas”, explica a empresa em comunicado.

As malas Carolina e Mini Carolina estão disponíveis em dois tamanhos e custam, respetivamente, 390 euros e 310 euros. Ambas as versões são fabricadas em pele genuína por artesãos portugueses e demonstram a força de uma das figuras mais emblemáticas do feminismo em Portugal. De acordo com a empresa, o laço “forte e ousado representa a coragem de Carolina”.

A Josefinas foi fundada em 2013 por duas mulheres. Atualmente, exporta para mais de 60 países. Uma das missões da marca passa por apoiar mulheres em risco, sendo que, no ano passado, a Josefinas venceu um prémio internacional através de uma campanha contra a violência doméstica.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Depois das sabrinas, Josefinas aposta nas malas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião