Netflix afunda mais de 5%. Wall Street sem tendência à espera de estímulos

Bolsas norte-americanas estão sem tendência definida. Netflix é o destaque do dia, pela negativa: afunda mais de 5% depois dos resultados terem ficado aquém do esperado.

Wall Street está sem tendência definida perante os sinais mistos em relação ao possível acordo entre a Casa Branca e os democratas em torno do novo pacote de ajuda às empresas e famílias na resposta à crise pandémica. A Netflix afunda mais de 5% depois de não ter crescido tanto quanto era expectável.

O S&P 500 soma 0,05% para 3.444,83 pontos em Nova Iorque, enquanto o industrial Dow Jones perde 0,14%. O tecnológico Nasdaq segue a tendência, registando uma valorização de 0,51%.

O chefe do staff da Casa Branca, Mark Meadows, adiantou esta terça-feira que a administração Trump e a Câmara dos Representantes têm como objetivo alcançar um entendimento em relação a um plano de estímulos nas próximas 48 horas. As negociações entre o secretário de Estado do Tesouro, Steven Mnuchin, e a porta-voz da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, vão prosseguir esta quarta-feira, havendo dúvidas sobre o financiamento aos governos estaduais e locais.

“Devemos esperar que as negociações se estendam até às eleições no dia 3 de novembro, mas é provável que um acordo seja alcançado, o que poderá dar um sinal positivo ao mercado”, referiu Miir Kapadia, da Sun Global Investments, citado pela agência Reuters.

No plano empresarial, as ações da Netflix afundam 5,54% para 496,32 dólares depois de ter falhado as expectativas do mercado no que diz respeito ao crescimento do número de subscritores perante o aumento da competição no streaming e com o regresso do desporto às televisões.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Netflix afunda mais de 5%. Wall Street sem tendência à espera de estímulos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião