Da tecnologia aos hotéis, descontos da Black Friday chegam mais cedo devido à Covid-19

A Black Friday tornou-se um fenómeno também em Portugal. Este ano, para evitar ajuntamentos na “sexta-feira negra", as empresas anteciparam os descontos. Da tecnologia aos hotéis, veja as promoções.

O fenómeno nasceu nos Estados Unidos, mas é também considerado um dos dias mais movimentos do ano em Portugal. Em tempos “normais”, a Black Friday, que se assinala a 27 de novembro, levaria milhares de portugueses numa azáfama completa às lojas. Contudo, a pandemia de Covid-19 veio trocar as voltas ao comércio e, por isso, os espaços comerciais estão a preparar descontos antecipados, por forma a evitar ajuntamentos.

É o caso da Worten que dadas as restrições de pessoas por loja já está a comunicar aos clientes os descontos. Sob o mote “um mês de descontos que nunca mais acabam”, a empresa detida pela Sonae SGPS decidiu antecipar as promoções ao longo de todo o mês de novembro, até dia 30, bem como alargar o prazo de devoluções até 15 de janeiro do próximo ano. Tradicionalmente conhecida pelo evento noturno que costuma realizar na Black Friday, que concentra centenas de clientes junto às lojas, a Worten tem neste momento uma campanha que contempla até 50% de descontos nos produtos selecionados, como eletrodomésticos, telemóveis e até jogos para consolas, e é válida de 5 a 9 de novembro, esta segunda-feira.

O cenário repete-se na concorrência. Ao contrário da Worten, a Fnac não é tão explícita quanto aos descontos antecipados relacionados com a Black Friday, ainda assim, a empresa francesa revela que está “a preparar dias de descontos antes do Natal”, com várias promoções nas áreas da “tecnologia, espaço Apple, gaming e naturalmente… livros”, pode ler-se no site oficial. Neste contexto, a Fnac desvenda um pouco o véu, chamando a atenção dos clientes para o dia 13 de novembro, período onde deverão ser lançados mais descontos.

Neste momento e até quarta-feira, há uma campanha a decorrer para celebrar o aniversário da marca com promoções até 80% exclusivamente online em tecnologia, livros, música, brinquedos, entre outros. Paralelamente há uma outra campanha destinada aos mais pequenos com descontos até 50%, esta mais alargada, até 3 de janeiro de 2021, por forma a incentivar os portugueses a prepararem o Natal com antecedência. Além disso, para antecipar o fluxo de loja natural da época natalícia, tal como a Worten, a empresa decidiu alargar o prazo de trocas até 31 de janeiro de 2021, em compras efetuadas a partir de 19 de outubro de 2020.

Ao mesmo tempo, também a Rádio Popular optou por avançar com uma campanha de descontos antecipados para assinalar a Black Friday. Com dezenas de artigos com descontos diretos até 50%, a “Dark Days” decorre durante este mês. A campanha que está neste momento em vigor e que termina esta quarta-feira, além ser direcionada aos artigos de tecnologia também inclui eletrodomésticos das marcas Beko, Bosh e Whirlpool com “descontos diretos até 900 euros numa seleção de arcas, frigoríficos e combinado”, destaca a Rádio Popular. Também o El Corte Inglés tem uma campanha direcionada à tecnologia e aos eletrodomésticos, com descontos até 40% nos artigos selecionados. Sob o mote “countdown Black Friday” a campanha termina esta quinta-feira. Além disso, tal como a Fnac, a marca espanhola está a incentivar os clientes a fazerem compras antecipadas para o Natal através de várias iniciativas, como a happy hour de descontos, de modo a evitar aglomerações nas lojas.

Dos perfumes aos hotéis também há descontos

Mas estas promoções antecipadas não são apenas exclusivas a empresas do setor da tecnologia e dos eletrodomésticos. Sob o mote “este ano, a Black Friday chega mais cedo”, a Body Shop, marca de perfumes e cremes que não testa os produtos em animais, lançou no domingo passado, dia 2 de novembro, uma campanha com descontos até 20% em produtos selecionados pela marca. Excluídos desta oferta estão “presentes de Natal e calendários de Advento” ressalva a empresa. Adicionalmente os membros do The Body Shop Friends Club podem usufruir de um desconto de 10% em presentes de Natal, sendo que esta promoção não é acumulável com outras ofertas.

Ainda no plano dos perfumes e cosméticos, a Notino, loja online que vende produtos de marcas conceituadas como Calvin Klein, Yves Saint Laurent ou Jean Paul Gaultier a preços mais baixos, vai lançar uma campanha especial com descontos de 20%, através de um código promocional. Esta campanha vai estar disponível durante uma semana inteira, a começar dia 23 de novembro, segunda-feira, e a terminar a 29 de novembro, lê-se no site.

Os descontos estendem-se também à Sport Zone, que arrancou na semana passada com uma campanha semanal de descontos exclusivos online e que culmina numa campanha específica de Black Friday online e em loja. Durante esta semana, o destaque é a tecnologia desportiva com descontos que chegam aos 40%, com especial incidência nos auriculares, smartwatches e pulseiras para medir a atividade física A par do online, a empresa tem apostado também nas vendas por telefone ou por Whatsapp, bem como nas encomendas sem entrar em loja e sem contacto, na entrega através de Drive In e o alargar do prazo da Black Friday por um período mais longo.

E apesar das recomendações do Governo para reduzir a circulação ao mínimo possível, nomeadamente nos 121 concelhos onde a situação pandémica é mais alarmante e onde, por isso, vigoram medidas mais restritas, há também descontos em hotéis e outras experiências ligadas ao turismo. A Black Friday faz parte do calendário habitual da Odisseias e este ano não é exceção. Assim, e tal como acontece todos os anos, a empresa de experiências oferece um conjunto de descontos para assinalar a data durante todo o mês de novembro, o chamado “Black November“.

Neste contexto, na “Black November” há várias experiências da Odisseias com descontos, sendo que até segunda-feira, dia 9 de novembro, há desconto extra até 40%, mediante apresentação de um código promocional que consta no site da marca. A título de exemplo, uma estadia de uma noite para duas pessoas no Evidência BelVerde Hotel 4*, que custaria 108 euros, fica agora, com o desconto de 25%, em 69,99 euros, já um cruzeiro das 6 Pontes no Douro com Almoço a Bordo para Dois custa agora 31,99 euros, face aos anteriores 50 euros.

E se com a Covid-19 quer evitar a todo o custo deslocar-se a lojas físicas, preferindo encomendar os produtos pela internet também há solução para si. Também a Dott, plataforma de e-commerce, não escapa à tendência do “Black November”, com um mês recheado de descontos. Com uma panóplia de produtos à escolha, as promoções variam entre os 35% de desconto nos produtos de cuidados do corpo, até aos 70% em eletrodomésticos. A título de exemplo, há ainda produtos de desporto com promoções até 50% e brinquedos a -60%.

Com a época natalícia a aproximar-se, o primeiro-ministro quer garantir que os portugueses podem ter “um Natal tão parecido com o Natal” tradicional. quanto possível. Nesse sentido, o Executivo assinou na quarta-feira passada um protocolo com as diversas associações comerciais para mostrar que é possível fazer compras de Natal em plena pandemia. Apelando à sensibilização dos consumidores para que façam as compras com a devida antecedência, uma das novidades trazidas pela “Campanha Natal 2020 – Compre cuidando de todos” é que as compras realizadas entre 4 de novembro a 25 de dezembro, nos espaços que aderirem à iniciativa, vão poder ser trocadas até 31 de janeiro.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Da tecnologia aos hotéis, descontos da Black Friday chegam mais cedo devido à Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião