Lojas de retalho não alimentar do grupo Sonae fecham às 13h00 nos próximos fins de semana

O administrador financeiro da Sonae diz que as lojas de retalho não alimentar do grupo vão encerrar às 13h00 nos próximos fins de semana, para respeitar "espírito da lei". As demais mantêm horários.

A lojas de retalho alimentar, parafarmácia e de cuidados para animais do grupo Sonae “vão permanecer abertas” nos horários normais nos próximos dois fins de semana. No entanto, a empresa que detém a retalhista Continente decidiu fechar “todos os restantes estabelecimentos físicos de retalho” às 13h00, para respeitar “o espírito da lei”.

A garantia foi dada pelo administrador com o pelouro financeiro, João Dolores, numa conferência telefónica com analistas esta quinta-feira, dia em que a decisão do concorrente Pingo Doce de abrir às 6h30 e fechar às 22h00 causou polémica, com várias autarquias a avançarem unilateralmente com travões às pretensões do grupo Jerónimo Martins. Entretanto o grupo já recuou nessa decisão.

Face ao recolher obrigatório implementado pelo Governo a partir das 13h00 em mais de uma centena de concelhos nos próximos dois fins de semana, como forma de travar a pandemia, o gestor garantiu que “a Sonae irá como sempre respeitar a lei, bem como o espírito da lei”. “Sentimos que é nosso dever, enquanto empresa relevante no mercado de retalho em Portugal, agir de forma responsável e dar um exemplo positivo para auxiliar as autoridades no seu esforço para conter a propagação do vírus”, disse, segundo uma transcrição enviada posteriormente pela empresa ao ECO.

“As nossas lojas de retalho alimentar, parafarmácia e de cuidados para animais vão permanecer abertas para servir os nossos clientes. Não iremos alterar os nossos horários nos próximos fins de semana e estaremos preparados para receber os clientes nas nossas lojas, como habitualmente”, afirmou João Dolores. De seguida, acrescentou que “todos os restantes estabelecimentos físicos de retalho encerrarão às 13h00 durante os próximos dois fins de semana”.

“Iremos naturalmente continuar a servir os nossos clientes através dos nossos canais online, sendo que temos implementado nas nossas marcas várias opções de entrega mais rápida, inclusive no próprio dia, que reforçaremos durante este período”, detalhou.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Lojas de retalho não alimentar do grupo Sonae fecham às 13h00 nos próximos fins de semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião