BBVA e Sabadell negoceiam fusão

Confirmação foi feita pelos próprios bancos ao regulador. Imprensa espanhola tinha avançado possibilidade, levando ambos a valorizarem em bolsa: o Sabadell disparou 25% e o BBVA 15%.

Os bancos espanhóis BBVA e o Sabadell estão a estudar uma fusão. As negociações foram confirmadas pelas duas instituições financeiras ao regulador dos mercados espanhol, sendo que esta é mais uma mega operação de consolidação no setor bancário espanhol após a junção entre CaixaBank e Bankia.

“O BBVA confirma que tem mantido conversações com representantes do Banco de Sabadell, SA, com autorização do Conselho de Administração, em relação a uma eventual fusão entre as duas entidades, tendo iniciado um processo de due diligence recíproco nos termos habituais em este tipo de operações e consultores externos nomeados“, anunciou o banco em comunicado à CNMV.

O Sabadell enviou um comunicado separado com a mesma confirmação. “Nenhuma decisão foi tomada ou há certezas de que venha a ser tomada. Caso seja tomada alguma decisão a este respeito, será comunicada nos termos legalmente exigidos”, acrescentou.

A imprensa espanhola tinha já avançado a possibilidade do negócio, levando os dois bancos a valorizarem de forma expressiva na bolsa madrilena: o Sabadell disparou 24,5% e o BBVA avançou 15,25%. A confirmação das negociações é feita no mesmo dia em que o BBVA anunciou a venda de ativos nos Estados Unidos, que libertaram mil milhões de euros.

Ambos contrataram assessores financeiros para estudar o negócio, que poderá gerar mais um gigante financeiro em Espanha. A fusão entre o BBVA e a Sabadell resultaria num grupo com 600 mil milhões de euros em ativos sob gestão, 46 mil trabalhadores só em Espanha e presença em vários países da América do Sul, bem como Reino Unido e Turquia.

A consolidação da banca acelerou desde o início da pandemia como forma de reduzir custos. Além desta, há outras duas operações semelhantes em curso: o CaixaBank e o Bankia foram os primeiros a anunciar uma fusão (que passou a deter o BPI em Portugal), tendo-se seguido o Unicaja e o Liberbank.

(Notícia atualizada às 17h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BBVA e Sabadell negoceiam fusão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião